Apple e Philips são as que mais sobem no último ranking de eletrônicos da Greenpeace

Saiu hoje o novo ranking trimestral de eletrônicos da Greenpeace (Guide to Greener Electronics), com muitas mudanças em relação à última edição. A Apple foi uma das que subiu bastante na lista, conquistando quatro posições e chegando agora ao 10º lugar.

Todos os principais produtos da Maçã, com exceção dos seus cabos de força, são agora livres de plásticos PVC e retardantes de chama brominados (BFRs), ainda que a organização critique a empresa por usar limites “absurdamente altos” na contagem de produtos como livres dos químicos. A firma de Cupertino também ganhou pontos por suas campanhas que destacam os avanços para uma linha de Macs “mais verdes”.

Melhor ainda que a Apple foi a Philips, que subiu do 15º para o quarto lugar, com base em diversas mudanças de políticas em reciclagem e devolução de produtos. A Nokia continua liderando o ranking, com uma excelente política de devolução de produtos e o anúncio de que cortaria as emissões de dióxido de carbono em 18% até 2010, com base em dados de 2006.

Nesta ocasião, a Greenpeace detonou as práticas da HP, Lenovo e Dell, acusando-as de não cumprir promessas de eliminar químicos de seus produtos até o final de 2009. A Lenovo adiou a meta para 2010, enquanto a HP e a Dell supostamente teriam desistido de definir uma data limite. A Acer fez o mesmo, mas manteve-se no mesmo lugar no ranking porque afirmou que bateria a meta de qualquer jeito.

[Via: Macworld UK.]

Posts relacionados

Comentários