MacMagazine inicia transição para nova fase como WinMagazine [atualizado]

Prezados leitores,

É com um certo pesar mas com muita felicidade que anuncio hoje, ironicamente dia do 33º aniversário da Apple, que o MacMagazine está iniciando uma transição para uma nova fase: estamos virando WinMagazine. O domínio winmagazine.com.br já está inclusive ativo, por enquanto apenas redirecionando para cá.

Logo do WinMagazine

A decisão foi um pouco difícil inicialmente, mas se tornou mais fácil, à medida que percebi que assuntos relacionados à Microsoft e ao Windows rendiam discussões muito mais longas e interessantes aqui no blog. Além disso, os debates sucessivos foram fundamentais para que eu abrisse a minha mente e conseguisse sair, de uma vez por todas, do Campo de Distorção da Realidade® criado por Darth Vader Steve Jobs.

Hoje, percebo que é mesmo burrice usar produtos da Apple. Eles são muito caros e não trazem nada de especial, além de um visual bonitinho por fora. Mas eu sou um cara que busco funcionalidade em primeiro lugar, então decidi vender meu MacBook Pro e já estou montando um PC super bacana com um amigo que manja pacas do assunto. Ele me garantiu que não me arrependerei quando começar a usar o Windows 7, sem falar nas novidades que vieram recentemente com o Internet Explorer 8.

Espero que a comunidade macieira nacional não se sinta traída por esta mudança, mas tenho certeza de que tudo isso é para o melhor. Garanto para vocês que eu e o resto da equipe continuaremos por aqui, trazendo informações de qualidade todos os dias. Em breve, iniciaremos uma série de artigos provando para todos que o ecossistema Microsoft é realmente superior ao Apple. Fiquem ligados!

Um grande abraço,
-Rafael Fischmann.

Atualização (1/4/09 às 11h40): ok, acho que tá bom. 🙂 É difícil enganar um público tão seleto quanto o nosso, mas acho que pelo menos por alguns segundos vários de vocês caíram na brincadeira. Aos que ficaram contentes com a novidade, sinto muito, mas esta foi a nossa (única) brincadeira de 1º de abril. 😛 Ninguém comentou sobre o horário que o post foi ao ar, equivalente à data de hoje invertida, como se escreve nos Estados Unidos, hehe. E se você perdeu, esta foi a nossa brincadeira do ano passado.

Posts relacionados

Comentários