AT&T negocia extensão de contrato com a Apple até 2011

Randall Stephenson, CEO da AT&TFontes do Wall Street Journal revelaram hoje que a AT&T — através do seu próprio CEO, Randall Stephenson — estaria discutindo com a Apple uma extensão do seu contrato de distribuição exclusiva do iPhone nos Estados Unidos até 2011. Como já sabemos, se tudo continuar como é hoje, daqui a um ano o aparelho poderá ser comercializado livremente por lá.

O iPhone 3G por si só é uma máquina de dinheiro para a AT&T: só no último trimestre fiscal de 2008, ele levou mais de 1,9 milhão de novos clientes para a operadora. Todavia, ela não tem uma boa imagem no mercado norte-americano e muita gente reclama de contratos longos demais, taxas de cancelamento demasiadamente elevadas e uma performance de rede muito baixa em grandes áreas urbanas.

Resta saber se a AT&T terá argumentos e ofertas suficientes para convencer a Apple a abrir mão por pelo menos mais um ano do lucro que obteria com outras operadoras.

Posts relacionados

Comentários