iPod touch vira nova arma do exército norte-americano

Pouco a pouco, o exército norte-americano enxerga o iPod touch como uma nova “arma” entre os seus gadgets militares. Com ele, novos programas estão sendo desenvolvidos visando à construção de sistemas que conectarão e ampliarão a comunicação entre soldados, aprimorando a troca de informações entre membros, centros de comando e unidades de inteligência.

Por incrível que pareça, o que interessa mesmo é o iPod touch. Comparado ao iPhone, ele é bem mais barato e possui uma oferta de recursos similar. Além disso, possibilita um desenvolvimento bem simples de aplicativos com interfaces fáceis de se entender, explorando a sua touchscreen e otimizando tarefas mesmo em ambientes dinâmicos e em movimento.

iPod touch acoplado a um fuzil de precisão M110

A Newsweek.com nota que a troca de dados é profundamente importante em operações de controle de rebeliões, por isso o Pentágono tem investido em tecnologias que facilitem o trabalho de soldados na aquisição e envio de informações aos seus bancos de dados. A Next Wave Systems, do estado de Indiana (nos Estados Unidos), é uma empresa que trabalha num app que permitirá a um soldado tirar uma foto de uma placa de rua, por exemplo, e em alguns momentos obter dados inteligentes enviados por seus colegas, através de informações conectadas pelas palavras contidas na própria placa.

Já o Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA investe num software para os dispositivos portáteis da Apple que permitirá a soldados enviarem fotografias de suspeitos detidos junto a relatórios escritos, inserindo mais informações em bancos de dados biométricos. Com isso, algoritmos especiais poderão cruzar os mesmos, facilitando a busca de suspeitos depois de soltos.

Outra ótima utilidade de iPods touch em campos de batalha, conforme cobrimos em dezembro passado, são programas para tradução de idiomas em tempo real, sem falar naquele mod high-tech que acoplou um iPod touch a um fuzil de precisão M110 (foto acima).

Posts relacionados

Comentários