Steve Jobs quase não usou seu jatinho particular nos últimos seis meses, diz WSJ

A curiosidade é boa, mas, tal como um artigo de duas semanas atrás, a mais nova reportagem do Wall Street Journal dá a impressão de que os caras só querem links e mais audiência pro seu portal. Será que estão precisando mesmo? De qualquer forma, como um veículo focado em Apple, não podemos deixar de comentar.

Publicidade

Primeiro, eles haviam dito que Steve Jobs continuava trabalhando de casa, algo que já sabíamos desde janeiro. Agora, eles afirmam que seu jatinho particular (um Gulfstream, foto abaixo) pouco foi usado nos últimos seis meses, com base em documentações reguladoras entregues pela Apple para contabilidade. Ora, se ele está de licença médica e trabalhando de casa, não é meio óbvio que não ficaria viajando pra lá e pra cá?

Apple's Gulfstream private jet - Steve Jobs

Segundo dados obtidos pelo WSJ, o CEO da Maçã não recebeu nenhum reembolso pelo uso do Gulfstream durante os primeiros três meses de 2009, e apenas US$4.000 no último semestre. Comparativamente, há um ano ele recebeu US$30.000 de volta num só trimestre, e chegou a US$580.000 num período de seis meses.

Diante de tamanha exposição na mídia e especulações precipitadas e infundamentadas sobre sua saúde, será que os caras acham mesmo que Jobs iria se envolver em viagens pra negociar a entrada do iPhone na China, ou acompanhar a fabricação de novos produtos na Ásia? Pelo amor de Deus, né.

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…