AR Scratching e Spinning Vinyl — duas ferramentas vindouras para DJs geeks

Ok, nada disso é oficial ou está no mercado, mas não custa sonhar, né? Aliás, as duas ferramentas das quais vou falar agora são uma prova de que sonhos são o combustível para a inovação.

Indo por ordem cronológica, Todd Vanderlin esteve brincando com algumas ferramentas de AR (“augmented reality”, ou “realidade aumentada”) e pensou na seguinte aplicação: “com um marcador de AR num disco de vinil, você pode rastreá-lo em espaços 3D… mas seria possível fazer scratch nele, controlando a reprodução de uma faixa digital?”

(Tudo bem, romanceei os pensamentos dele, mas foi mais ou menos isso.)

Daqui a um tempinho, numa discoteca perto de você
Daqui a um tempinho, numa discoteca perto de você

A resposta é “teoricamente, sim”. Com uma câmera, um vinil qualquer com um padrão geométrico no lugar da etiqueta e um software feito sob medida, o Vanderlin criou um protótipo do que pode vir a ser a turntable digital mais barata de que se tem notícia. Há _muitas_ aparas a ajustar, mas já é um excelente começo, eu diria — só por ter conseguido fazer o software alterar perfeitamente a etiqueta do vinil, eu já achei super. Veja o equipamento em ação:

[vimeo]http://vimeo.com/4312616[/vimeo]

Mas o melhor vem agora: em resposta a este projeto, Theo Watson desenvolveu um app para iPhone OS que transforma o próprio gadget no vinil a girar! O cara foi ninja na programação e eu torço para que ele chegue logo à App Store. Esse, só vendo pra crer (e eu ainda estou duvidando):

[vimeo]http://vimeo.com/4353898[/vimeo]

Para manter uma rotação adequada, o iPod touch 2G é o ideal, com sua traseira curva, mas teoricamente o app funcionaria em outros modelos, se lhes for provido o movimento adequado (aos químicos, um vidro de relógio não é tão caro, é?). Eu penso que essa pode ser uma maneira legal de animar festas…

Agora eu pergunto: você, leitor do MacMagazine que é DJ, gostaria de ver estes aplicativos à venda? 😉

Posts relacionados

Comentários