Microsoft fala demais e põe usuários de Macs em risco

Powerpoint:mac
"Pê", de "patches"

“Em boca fechada não entra mosca”, algo que se aplica de forma especial a políticas de divulgação de patches e vulnerabilidades. Nada pior (ou mais cretino) que uma empresa divulgar pontos fracos de segurança num software e deixá-lo descoberto por um mês. Isso é coisa de n00b, mas a Microsoft deu esse vacilo na terça-feira passada, ainda que com a melhor das intenções… Oops?

O fato é que a gigante de Redmond liberou uma atualização de segurança para o PowerPoint do Windows, tapando vários buracos que, pasme, continuarão abertos nos Office:mac 2004 e 2008 pelo menos até junho. Se serve de consolo, especialistas julgam que ninguém se dará ao trabalho de usar engenharia-reversa para descobrir exatamente as vulnerabilidades do software rodando no Mac OS X e, em declaração oficial no blog Security Research & Defense da Microsoft, foi dito que “nenhuma das amostras de falhas [do PowerPoint] comprovadamente servirão para invadir Macs”. Irmãos, oremos.

Há quem defenda e quem critique a postura da Microsoft: por um lado, providenciar imediatamente correções vitais para uma plataforma é mais saudável que esperar até que todas estejam prontas; por outro, chega a ser hipocrisia dar uma rata dessas de “faça o que eu digo, não o que eu faço”. A própria Microsoft tem uma política de criticar severamente qualquer um que divulgue brechas de segurança antes da elaboração de patches que as fechem, normalmente requerendo um período virtualmente ilimitado para tomar providências. O nome disso seria “revelação responsável”. 😛

E você, o que acha desta atitude?

[Via: Computerworld.]

Posts relacionados

Comentários