Apple rejeita aplicativos de iPhone baseados em PhoneGap

PhoneGapDesenvolvedores diversos estão tendo dificuldades em ter aplicativos baseados em PhoneGap aprovados pela Apple, reporta o Ajaxian. A plataforma, de código aberto, possibilita a criação de apps compatíveis com diversos telefones celulares, já que explora as linguagens HTML e JavaScript. Por que a Apple não os aceita, então?

O caso é bem explicado por Mike Nachbaur — um dos principais desenvolvedores do PhoneGap — em seu blog pessoal: o primeiro motivo a se pensar poderia ser a incompatibilidade do PhoneGap com o iPhone OS 3.0 beta, porém tal obrigatoriedade é algo muito recente, o que não corresponde às dificuldades dos mesmos desenvolvedores.

[blip.tv ?posts_id=1859767&dest=-1]

O que a Apple pode não gostar, realmente, é o fato de que aplicativos com PhoneGap podem ser atualizados remotamente, mesmo depois de publicados na loja. Isto é, um update não precisa passar pelo processo de aprovação dela novamente, fruto de uma facilidade da própria tecnologia.

Por enquanto, em suas cartas de rejeição, a Maçã aponta o uso de uma API privada como algo que viola a seção 3.3.2 dos termos do iPhone SDK:

An Application may not itself install or launch other executable code by any means, including without limitation through use of a plug-in architecture, calling other frameworks, other APIs or otherwise. No interpreted code may be downloaded and used in an Application except for code that is interpreted and run by Apple’s Published APIs and built-in interpreter(s).

The PhoneGap API implemented in your application is an external framework.

Um terceiro motivo, este sim bem a cara da Apple, seria a ausência de “exclusividade” de funcionalidades desses aplicativos, sendo eles multi-plataforma. Sabe-se bem que, atualmente, tanto iPhones quanto Macs têm como principal diferencial o software, e não mais o hardware.

Orgulho Cupertiniano, seria? Nada bom, nada bom…

Posts relacionados

Comentários