Qualcomm apresenta primeiro portátil denominado “smartbook” do mercado

Logo do SnapdragonQualcomm tirou o dia de hoje na Computex Taipé 2009 para apresentar ao mundo um protótipo do primeiro portátil do mercado denominado smartbook, nome dado a uma nova categoria de computadores mais leves que netbooks, capazes de funcionar com alta eficiência energética dentro de um ótimo envelope térmico sem a necessidade de refrigeração. A unidade de pré-produção apresentada na feira foi uma adaptação do ASUS Eee PC, montada no chip Snapdragon e rodando o Google Android.

Publicidade

Snapdragon é uma plataforma computacional baseada na arquitetura ARM — a mesma usada pela Apple nos processadores dos iPhones e iPods touch —, que promete estar disponível tanto em chips single-core quanto em modelos dual-core. Eles aparentam ser menos potentes que os Intel Atom destinados a netbooks, porém são ainda mais baratos e podem proporcionar um dia inteiro de tarefas fora da tomada, rodando apenas sistemas operacionais Linux.

Smartbook

A nova classe de portáteis pode ter diferentes formatos, não necessariamente netbooks. No vídeo institucional produzido pela Qualcomm, é possível ver tablets e até aparelhos pouco maiores que smartphones. Segundo a companhia, esses novos aparelhos serão caracterizados como a ligação entre netbooks e smartphones, unindo o melhor desempenho do computador com maior mobilidade.

Smartbook

Voltando ao protótipo: a máquina conta com processador de 1GHz montado em uma solução de SoC (em inglês, System on a Chip) que traz ainda GPU integrada, antena com sinal digital de 600MHz, conectividade Wi-Fi e GPS. A grande inovação da companhia, no entanto, está no seu chip 3G integrado: ele suporta todas as variações de redes UMTS e CDMA que existem no mundo, o que significa que você pode se conectar a uma rede 3G por meio dele em qualquer lugar do planeta, com qualquer operadora.

Eee Smartbook

Com o anúncio, outras 15 companhias demonstraram planos de produzir computadores nesse segmento. A lista inclui ASUS, Compal, Foxconn, High Tech Computer (HTC), Inventec, Toshiba e Wistron. Como algumas delas são integrantes da Open Handset Alliance, provavelmente deverão iniciar as vendas dos seus smartbooks rodando Android, mas também poderão optar pelo Windows quando saírem chips mais poderosos, capazes de rodar até vídeos em HD 1080p — pelo menos, é o que garante a Qualcomm. Um vídeo da máquina demonstrada pode ser conferido a seguir:

Publicidade

Modelos oficiais deverão estar prontos para venda no outono do hemisfério norte (primavera para nós). Não foi dito quanto eles custarão, nem quais países os receberão inicialmente.

[Dica do Danilo Campos Brizola, muito obrigado!]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…