Mac OS X 10.6 Snow Leopard traz mudanças na manipulação de unidades de armazenamento; confira o layout de teclado U.S. International incluso

Recentemente, recebemos do nosso leitor Rafael Fischer (obrigado!) duas novas screenshots do Mac OS X 10.6 Snow Leopard, mostrando outros pequenos refinamentos propostos pela Apple no novo sistema. O que está ilustrado na imagem a seguir é o Utilitário de Disco (Disk Utility) em conjunto de outras janelas com informações de pastas no Finder. Notaram algo atípico na capacidade do HD e no tamanho em disco ocupado pelas pastas destacadas por ele?

Snow Leopard - Unidades de armazenamento

Elas parecem estar maiores do que de costume. Vamos nos basear pelo HD: quem tem um destes com 500GB de capacidade sendo gerenciado pelo Leopard notará que ele é caracterizado pelo Finder e pelo Utilitário de Disco como um disco de 465,66GB de armazenamento. Essa “matemágica”, explicada pelo Fernando há um bom tempo, se dá por um erro que as fabricantes cometem até hoje, ao arredondar 1.024 bytes (sistema binário, interpretado pelos computadores como correspondente a 1KB) para 1.000 (sistema decimal, mais fácil de calcular), e assim por diante, com megabytes e gigabytes.

O Snow Leopard será o primeiro sistema operacional popular do mercado a interpretar unidades de armazenamento dentro do sistema decimal, abandonando de vez o sistema binário. Com isso, unidades de armazenamento assumem a capacidade “real” que possuem no comércio, mas o mesmo não pode ser considerado ao alegar que eles possuem de fato o que anunciam, servindo apenas com uma forma de simplificar essas informações para o usuário final.

Agora, confira a screenshot abaixo. Ela mostra um novo elemento na interface do sistema para alterar de um layout de teclado para outro — através da combinação de teclas Command + Ctrl + barra de espaços. Notem que o U.S. International está selecionado, mas nem o ícone dele nem o seu nome na barra de menus correspondem à solução que nós, usuários do Leopard, obtemos separadamente graças ao Rainer Brockerhoff:

U.S. International no Snow Leopard

Trata-se de uma solução desenvolvida pela própria Apple com base no projeto do Rainer, que estará integrada ao Mac OS X pela primeira vez com o Snow Leopard. Graças a isso, usuários de PCs terão uma adaptação muito mais fácil ao teclado dos Macs, além de facilitar a vida dos que não gostam muito do layout de teclado brasileiro ou português. A informação de que isso seria integrado ao novo sistema, no entanto, não é nova: sabemos disso desde fevereiro. 😉

Posts relacionados

Comentários