Custo de fabricação do iPhone 3GS é um pouco maior que o do modelo anterior

Uma análise realizada pelo iSuppli sobre os componentes usados para a fabricação de um iPhone 3GS comprovou que o aparelho possui um custo de fabricação estimado em US$178,96 para o modelo de 16GB — o mais barato, comercializado por US$200 para novos clientes nos Estados Unidos. O modelo anterior mais em conta, vendido pelo mesmo preço com 8GB de memória, teve seu custo de fabricação estimado em US$174,33.

Publicidade

iPhones 3G S preto e branco

Em ambos os casos foi contabilizado apenas o valor de produção do hardware: a produção da embalagem e a impressão da documentação que acompanha os aparelhos ao redor do mundo não foram levados em conta na análise. O aumento no preço de produção pode ser atribuído à elevação dos custos de alguns componentes (como memórias flash NAND), em função da queda na economia mundial nesses tempos de crise.

iPhone 3GS Dissecado - Imagem: iSuppli
iPhone 3GS Dissecado - Imagem: iSuppli

Falando nela, trata-se de um dos componentes mais caros do iPhone 3GS, valendo US$25 (16GB) e US$46 (32GB). Outros, mesmo com aprimoramentos em relação ao modelo anterior, estão mais baratos: um exemplo claro disso é a sua tela com revestimento oleofóbico, que está US$1 mais barata (US$16), mesmo com esse diferencial. O novo processador ARM Cortex A8, de 600MHz, custa US$14,50, e na tabela na iSuppli é seguido pela sua baseband, componente essencial para recepção de sinal telefônico, que custa US$13.

Componentes do iPhone 3GS - Imagem: iSuppli
Componentes do iPhone 3GS - Imagem: iSuppli

Outro destaque desse aparelho é a presença de um chipset de funções sem fio mais avançado, que custa US$6 (US$4,40 mais caro em relação ao iPhone 3G), responsável por suportar Bluetooth e Wi-Fi juntos (e provavelmente o controlador Nike+, também). Curiosamente, essa mesma implantação é capaz de prover sinal FM, mas deve ter sido desativada para reduzir o preço final.

Em relação ao antigo iPhone 3G, destacam-se ainda a presença do magnetômetro (bússola digital), de um processador de áudio Cirrus Logic, um acelerômetro proveniente da STMicroelectronics, uma nova unidade de gerenciamento energético vinda da Dialog Semiconductor — que pode ser responsável pelas melhorias na autonomia de bateria —  e um outro chip produzido pela Texas Instruments, do qual ainda não se sabe a função.

[Via: BusinessWeek.]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…