Sprint afirma que iPhone 3GS não influenciou vendas do Palm Pre; um milhão de aplicativos baixados do Palm App Catalog

Palm Pre - de lado, fechado O Pre, mais recente lançamento da Palm, chegou ao mercado duas semanas antes do seu principal concorrente (até então não anunciado), o iPhone 3GS, da Apple.

Publicidade

Em seu primeiro final de semana, a Sprint — operadora que possui exclusividade nas vendas do aparelho — afirma que vendeu 50 mil unidades do Pre. Até agora, aproximadamente 150 mil foram comercializados. Só como comparação, o smartphone da Maçã vendeu um milhão de unidades só no primeiro final de semana.

Até hoje, a Sprint está enfrentando escassez de estoque para suprir a demanda pelo smartphone da Palm, algo que está preocupando analistas que acreditam que a falta de aparelhos impactará negativamente as vendas.

“Continuamos a ter um atraso para suprir os assinantes, mas não está descontrolado, recebemos novos carregamentos todas as semanas”, disse o CFO da Sprint, Bob Brust, durante uma conferência para investidores. “Nós ficaremos sem estoque por um curto tempo, mas estamos recuperando o atraso.”

Publicidade

Brust afirma que o telefone está atraindo novos clientes, assim como os clientes existentes da Sprint, reduzindo potencialmente a taxa de cancelamento de seus assinantes. Ele ainda disse que as vendas do Palm Pre não estão sendo prejudicadas pelo lançamento do iPhone 3GS: “Nós ainda não vimos nenhuma grande mudança desde que o [novo] iPhone saiu. [Mas] isso pode vir a acontecer.”

Palm App Catalog atinge um milhão de downloads

Segundo uma pesquisa da Medialets, empresa especializada em análises de dispositivos móveis, os donos do Palm Pre estão obcecados por novos aplicativos. Embora o catálogo de aplicativos disponibilizado para os consumidores seja bem restrito — com apenas 30 opções diferentes (e todas gratuitas) —, a empresa já contabilizou mais de um milhão de downloads.

Ken Dulaney, analista da Gartner, afirma que as ofertas limitadas podem se tornar um problema: “Usuários da Sprint estão famintos por smartphones e aplicações. Mas as chance de que todos eles tenham baixado o mesmo tipo de software é grande.” Segundo ele, a grande pergunta é: estariam eles satisfeitos com o que baixaram? O que mais há além destas ofertas?

A Palm já anunciou que abrirá o seu SDK em breve, expandindo assim sua base de desenvolvedores e a oferta de aplicativos que estarão disponíveis para seus usuários.

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…