Mozilla lança Firefox 3.5 e pede a usuários que espalhem o lançamento

É oficial: depois de quase um ano em desenvolvimento (incluindo betas da versão 3.1, que depois mudou para a atual), a Mozilla liberou agora há pouco para download o Firefox 3.5, após passar por três candidatas à final. Como parte do lançamento, ela pede que todos os usuários anunciem a novidade no maior número de serviços online possível (Facebook, Twitter, whatever… :-P) começando às 15h50, pelo fuso horário de Brasília.

Publicidade

Firefox 3.5

A maior agitação no seu lançamento veio à tona neste mês, quando estava previsto a chegada segundo o cronograma inicial. A empresa adiou a primeira versão RC em duas semanas e liberou outras duas nos últimos 15 dias. Como a RC3 não teve nenhum grande problema descoberto pela comunidade, é provável que tenha apenas sido oficializada como final.

O novo navegador oferece muitas mudanças em relação à versão 3.0. Para usuários, cinco mil mudanças de código trouxeram novos recursos e maiores velocidade e segurança. Com um novo motor para execução de JavaScript, a versão 3.5 é três vezes mais rápida que a 3.0 e cerca de 10 vezes mais veloz que a 2.0:

Desempenho do Firefox 3.5

Para segurança e privacidade, há um novo modo de navegação privada, junto de inúmeras opções para personalizar a privacidade e a limpeza periódica dos seus dados enviados pela web. E, para aprimorar a restauração de sessões fechadas de forma inesperada, ele também oferece recuperação de janelas e novas opções para abrir abas fechadas pelo travamento do browser ou uma queda de energia.

Publicidade

Para desenvolvedores, há muito mais. O navegador suporta todos os principais recursos da especificação HTML 5, com suporte às tags canvas, video e audio, que facilitam o trabalho de programadores web para adicionar gráficos e conteúdo rico em mídia sem precisar de suporte a plugins. Também estão disponíveis APIs de geolocalização baseadas nos mais recentes padrões W3C, aprimoramentos nas tecnologias internas de suporte a CSS e SVG e suporte a web workers para programar funções em JavaScript para execução em segundo plano, o que aproveita melhor os recursos da máquina e torna web apps mais eficientes.

Se um desenvolvedor incluir em um site um estilo de fonte que não está instalado no seu computador, o próprio Firefox pode se encarregar de baixá-lo automaticamente. Apesar de isso exigir uma pequena mudança na construção das páginas, é muito bom para que os usuários aproveitem melhor uma tipografia que case com o design proposto pela página:

Fontes no Firefox

O Firefox 3.5 pode ser baixado agora através do site da Mozilla, em versões para usuários do Tiger e do Leopard. Mais informações sobre o lançamento estão disponíveis em um documento publicado pela desenvolvedora em seu site, bem como em uma atualização no seu blog oficial.

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…