WebKit para Leopard agora suporta transformações tridimensionais em CSS; confira demonstração

WebkitQuem pensava que apenas o Safari no Snow Leopard suportaria transformações em 3D via CSS vai achar isso uma boa notícia: o time de desenvolvimento do WebKit, engine de renderização usado pelo navegador da Apple e outros presentes no mercado, finalizou o suporte ao recurso para o Mac OS X Leopard. Como nenhuma confirmação sobre a novidade foi feita pelos responsáveis do projeto, não sabemos se apenas Leopard e Snow Leopard estão sendo suportados, ou seja, ainda não há relatos de quem testou o recurso com sucesso no Tiger.

Portanto, se você está com o Mac OS X 10.5 instalado e quer experimentar o recurso na demonstração a seguir (produzida por Charles Ying em seu blog), basta ir à página de nightly builds do WebKit Open Source Project e baixar a última versão — no exato momento em que escrevo este post, a mais recente é a r45834. Uma vez instalada, ela reconhece automaticamente a presença de updates, que costumam ser liberados de duas a três vezes por dia.

Apenas para relembrar, os efeitos 3D são obtidos usando basicamente combinações de rotações, translações e mudanças de perspectiva, aplicadas via CSS em elementos 2D. A implantação de CSS proposta pela Apple no WebKit ainda não foi padronizada, então esses efeitos apenas são obtidos nas suas próprias soluções, por ora.

Bom, vamos à demonstração. Ying a desenvolveu usando apenas tecnologias web, e ainda assim aparenta ser uma solução montada imitando o plugin Cooliris. Trata-se de uma “parede” tridimensional para visualização de imagens obtidas do Flickr, intitulada Snow Stack. Um vídeo dela pode ser conferido a seguir, caso você não queira testar no WebKit:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=3R6sb4NO25E[/youtube]

[Clique aqui para visualizá-la no WebKit]

Usando as setas direcionais do teclado, você avança por ela com se estivesse no Cooliris. Pressionando a barra de espaços, a imagem é ampliada e também é possível navegar pela galeria dessa forma. Note que tudo isso foi posto em funcionamento usando tecnologias web, mas é acelerado via hardware pelo Snow Leopard da mesma forma que um vídeo em QuickTime ou uma cena em 3D composta em OpenGL.

Infelizmente, no Leopard essa aceleração ainda não existe, mas pode ser a dependência do próprio Safari para Snow Leopard que habilite essa funcionalidade. Como o update 4.0.2 nos sistemas mais antigos ainda não incorporou isso por padrão, pode ser que a próxima atualização para eles traga um build do WebKit que finalmente habilite essa função.

[Via: Ajaxian.]

Posts relacionados

Comentários