Entendendo os arquivos de sistema do iTunes

Ícone do iTunesCompleto um ano com o meu iMac em agosto, e esses primeiros 12 meses foram ótimos para eu me sentir em casa, conhecer a comunidade, além de terem despertado outra vez a vontade de aprender. Em minhas andanças pelo sistema e pela web, descobri umas curiosidades sobre os arquivos do iTunes que quero compartilhar.

Caso você não tenha modificado nenhuma das preferências internas no player, ou instalado algum plugin que as modifique, a pasta de uma instalação padrão do iTunes 8.2 dever conter minimamente os seguintes itens: /Album Artwork/, iTunes Library, iTunes Library Extras.itdb, iTunes Library Genius.itdb, /iTunes Music/ e iTunes Music Library.xml. Em alguns casos, adicione aí mais dois: /Mobile Applications/ e /Previous iTunes Libraries/.

Pasta do iTunes

O que cada um faz e para que servem é o que vamos descobrir neste artigo. 🙂

Album Artwork

É nesta pasta que o iTunes armazena todas as capas dos discos e de canções que você tiver adicionado na sua biblioteca. Minha primeira reação ao encontrá-la foi querer navegar entre as subpastas para ver se encontrava as imagens (talvez um hábito do Windows). Porém, para a minha surpresa, não havia nada lá que eu pudesse ver.

Depois de pesquisar um pouco, descobri que o Mac OS X compacta os arquivos de extensão .itc, o que permite uma rápida associação e organização do catálogo, facilitando o acesso do iTunes a tais informações. Ou seja, a única forma de copiar as capas — se for esse o seu interesse — é ir até as informações da faixa (Command + I nela!) e copiar a imagem na aba “Artwork”.

iTunes Library

Acredito que este seja o arquivo mais importante da lista. É nele que se encontram todas as informações sobre quais são e onde estão suas músicas, quais suas preferidas e as respectivas classificações. Quem possui uma lista de músicas vasta no HD deve prezar pela manutenção deste garoto! 😉

iTunes Library Extras.itdb

Não há muito o que dizer a respeito desse arquivo, pelo menos no meu atual nível de conhecimento. Ele é o banco de dados (db, duh!) responsável por armazenar as informações adicionais que são obtidas dos CDs que importamos para o computador.

iTunes Library Genius.itdb

Claro que para fazer a genial tarefa de gerar playlists com base no seu gosto musical seria preciso um banco de dados para armazenar tudo isso, certo? Preciso dizer mais sobre o arquivo? Atualizado de modo frequente, ele é sempre enviado à nave-mãe para que possam ser encontradas novas opções e dicas de canções similares às presentes em sua biblioteca.

iTunes Music

Local padrão onde são armazenadas todas as músicas que você adicionar ao iTunes. Esta pasta pode ocupar bastante espaço no HD se você não for um pouco curioso. Por padrão, o programa faz uma cópia de todas as músicas que são adicionadas na biblioteca. A questão é: se você não avisar a ele que não quer que isso aconteça, todas as músicas serão duplicadas.

Preferências avançadas do iTunes

A opção “copie os arquivos para a pasta de músicas do iTunes” está marcada na imagem acima, mas eu não costumo deixar assim (a screenshot é do Rafael Fischmann). Outra alteração que eu normalmente faço é mudar o local onde ficam suas músicas: no meu caso, criei uma pasta específica para isso num HD externo. Aliás, algo bastante útil para quem possui uma biblioteca musical generosa.

iTunes Music Library.xml

Este item é o responsável por armazenar as informações que podem ser úteis para outros programas do computador. Quem já usou o GarageBand, o iPhoto, ou qualquer outro programa do gênero, sabe que você pode importar certas informações ou até mesmo o arquivo em si para ser utilizado por lá. Essas informações são fornecidas por ele.

Mobile Applications

Se você possui ou já conectou um iPhone ou iPod touch a seu Mac, é aqui que o iTunes armazena todos os arquivos .ipa dos apps e games. Eles não podem ser executados no Mac; servem apenas como backup local, e são então sincronizados e instalados automaticamente nos gadgets plugados à máquina.

Previous iTunes Libraries

Se a sua instalação do iTunes for recente, este será mais um item que você poderá não ver na sua lista. Ele só aparece quando o iTunes for atualizado e pequenas modificações precisarem ser feitas no arquivo interno da biblioteca. Para permitir que o usuário possa recuperar suas informações anteriores — caso algo dê errado — esse item é gerado pelo sistema e uma data do backup é adicionada ao seu nome.

. . .

Por hoje é só, pessoal! 🙂 Caso você queria saber alguns outros detalhes e curiosidades sobre esses arquivos e pastas, consulte este artigo de suporte da Apple.

Se alguém tiver alguma outra informação bacana sobre os bastidores do iTunes, eu gostaria de ouvir. Espero que tenham gostado e, se alguém quiser saber de mais andanças pelo sistema, é só sugerir o destino, que compartilharemos a viagem. 😉

Posts relacionados

Comentários