Romplr para iPhone mostra nova possibilidade para a indústria musical

Enquanto as gravadoras não aprendem a lidar com a realidade digital e as novas formas de consumo por parte dos fãs, desenvolvedores e músicos trabalham em projetos alternativos para que a festa não pare de acontecer. A última novidade é o Romplr.

Romplr no iPhone

A ideia da Moderati, responsável pelo aplicativo Zippo Lighter, é permitir que você possa não apenas ouvir as músicas de que gosta, mas também remixá-las e compartilhar o resultado com os amigos em redes sociais ou por email. Acompanhando o lançamento do projeto, um aplicativo para iPhones/iPods touch chamado Romplr Dance foi ao ar na App Store.

Pode parecer estranho investir hoje numa cultura que esteve na crista da onda no passado, porém é bom lembrar que o sucesso de sites de vídeos como YouTube baseia-se na possibilidade dada ao usuário de re-editar vídeos, imagens, sons, e compartilhá-los na web. Remixes? Envolver consumidores, ouvintes, fãs, num processo criativo e divertido é a proposta por trás da iniciativa da Moderati.

Criar músicas do zero não é a coisa mais fácil nem comum para todos, mas prover trechos editáveis e ferramentas para modificá-los pode inspirar um acréscimo na venda de faixas. Jon Vlassopulos, CEO da Bell Rock & Moderati, diz que sempre sentiu falta de algo que tornasse possível brincar com músicas de um modo mais interativo e divertido. E através do Romplr será possível entregar meios para artistas e fãs fazerem isso juntos.

O Universal Music Group, maior conglomerado deste setor, acredita na proposta da Moderati e que é melhor abraçar novos meios de entregar músicas aos consumidores que manter a briga contra as novas tecnologias.

Christian Jorg, responsável pela área digital da Island Def Jam Music Group (uma das divisões da Universal), fez algumas declarações a respeito: “Os jovens estão cada vez mais interessados em fazer algo por modos interativos. […] É obvio que eles amam os jogos e amam interagir com música. Agora, a oportunidade de poder fazer mais que isso com um aplicativo no iPhone é algo ótimo, e nós gostaríamos de estar à frente, permitindo isso aos nosso consumidores.”

Romplr no iPhone

Na versão inicial, o aplicativo virá com três faixas “do cara” do hip-hop, o Soulja Boy Tell ‘Em (alguém me apresenta?). Os hits escolhidos foram: Crank That, Hey You There e Turn My Swag On. Além dos próprios elementos da música, outros sete samplers extras podem ser utilizados para criar a sua versão pessoal das faixas.

Para quem não curte hip-hop, a Moderati já tem uma outra versão com faixas dance, e tem procurado encontrar uma solução para que possamos adicionar qualquer faixa presente no gadget, com o uso das APIs presentes no iPhone OS 3.0. O Romplr se enquadra bem no meio dos aplicativos do gênero, ficando em algum lugar nebuloso entre os apps que exigem demais de nós (como o Four Tracks), os que nos põem como meros ouvintes (como o Music iQ), e os que são somente jogos (como a série Tap Tap Revenge, da Tapulous).

Veja o vídeo abaixo, visite o site e confira o que produziram os Romplrs, e pegue na App Store a versão que melhor lhe agradar: a Soulja Boy Tell ‘Em que custa US$5, a versão Dance por US$3, ou a Lite, que é gratuita. Todas requerem o firmware 2.2.1 ou superior.

[Via: Los Angeles Times.]

Posts relacionados

Comentários