Funcionário se mata por conta de iPhone 4G sumido

Apple LogoSun Danyong, jovem de 25 anos que trabalhava para a Foxconn — uma das fornecedoras da Apple —, cometeu suicídio após supostamente perder um protótipo do iPhone 4G, dos 16 que estavam sob a sua responsabilidade.

Publicidade

Danyong havia sido encarregado de enviá-los para que a Apple executasse testes adicionais no modelo e, ao perceber o desaparecimento de uma das unidades, alertou imediatamente a companhia. De acordo com o VentureBeat, outros funcionários da empresa teriam detido o engenheiro para interrogatório e o sujeitado a violência física. Há indícios, ainda, de que o apartamento dele teria sido violado de forma ilegal em busca de evidências ou provas acerca do paradeiro do protótipo desaparecido.

Sob pressão intensa, o jovem se atirou do varanda do seu flat, no 12º andar, às 3 horas da manhã do dia 16 de julho. Se este é o resultado da pressão exercida pela Apple com a sua filosofia de manter o segredo acima de tudo — como preferem dizer alguns veículos da imprensa —, ou a única atitude nobre que poderia ter sido tomada pelo jovem chinês — lembrem-se da rígida cultura oriental —, o fato é que, não importa quais tenham sido as razões, esta é uma notícia triste e lamentável.

Nem a Apple, nem o novo iPhone valem a vida de uma pessoa. 🙁

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…