Patente da Apple descreve uma forma de ejetar periféricos do computador sem dar comandos ao sistema

Para evitar que seus usuários tenham problemas ao desconectar periféricos de Macs, a Apple estaria trabalhando em uma nova tecnologia que permitiria a esses dispositivos enviar comandos automáticos de ejeção para o sistema operacional, da forma mais rápida possível. O processo de aplicação desse recurso é descrito em uma nova patente da empresa, arquivada no ano passado e publicada hoje pelo Escritório de Patentes e Marcas dos Estados Unidos.

Patente da Apple

O objetivo dela é solucionar um erro ainda cometido por muita gente, que é fazer a remoção física de um dispositivo sem antes mandar o sistema desmontá-lo da máquina — ou seja, aplicar uma série de operações que encerrem a operação dos seus controladores de entrada e saída de dados e feche qualquer conexão lógica com o computador. Dados importantes podem ser perdidos nesse descuido, e é por isso que a Apple tomou a iniciativa de pensar em uma forma de tornar esse processo independente do usuário.

Basicamente, ela seria composta de sensores que seriam implantados nos dispositivos para alertar o sistema quando um usuário estivesse prestes a removê-los. Isso não dependeria explicitamente de um toque no periférico; tais sensores também seriam capazes de enviar o comando quando os dedos do usuário se aproximassem muito dele, o que é interessante levando em conta que o processo de ejetar algo de um computador pode levar mais tempo do que simplesmente tocá-lo.

Criada por Brett Alten, atual diretor de patentes da Apple, essa tecnologia seria empregada em diversos modelos de dispositivos de armazenamento USB, cartões de memória e várias outras categorias de acessórios.

[Via: MacRumors.]

Posts relacionados

Comentários