Ironia do destino: agora a Toshiba planeja a sua entrada na Blu-ray Disc Association

A Toshiba anunciou hoje que está planejando a sua (re)entrada no mundo dos discos de alta definição, esperando a sua aceitação no conjunto de empresas que formam a Blu-ray Disc Association. Ela sugere como causas para a iniciativa o aumento da porcentagem de hardware que suporta o padrão no mercado, bem como a alta demanda do público em geral.

MacBook Pro com Blu-ray

Se for aceita na organização, a empresa japonesa concentrará seus esforços de produção tanto nos players domésticos, quanto nos drives para desktops e notebooks, com previsões de lançamento para este ano. Trata-se de planos ousados para quem apoiou o maior rival do Blu-ray (também conhecido como o terceiro maior fracasso tecnológico da última década) até sua total desistência, no início do ano passado.

Apesar de ter buscado alternativas para compensar a resistência em adotar o Blu-ray, a Toshiba acabaria fazendo isso em breve, para manter-se no ritmo da concorrência e, consequentemente, estimular a queda nos preços dos produtos baseados no padrão de alta definição. A Microsoft compra drives HD-DVD dela até hoje (o que torna esse anúncio péssimo para o Xbox 360), mas isso não poderia interferir na decisão final da Toshiba para sempre.

Para as grandes fabricantes de computadores, a notícia pode ser boa daqui a algum tempo, quando a produção dos primeiros drives para PCs começarem no Japão. Quem já suporta o padrão Blu-ray em alguns modelos de desktops e laptops (como Dell e HP) poderá diminuir significativamente os seus preços, por não ter tantas limitações de fornecedores (que passarão a concorrer pela popularidade no mercado).

A Apple, por sua vez, nunca teve muito que se preocupar com discos de alta definição. Há cinco anos, ela conseguiu colocar o seu padrão de vídeo H.264 nos dois formatos, por isso não precisou se importar tanto com quem venceria a guerra na época. Mas com a morte do HD-DVD e esse anúncio da Toshiba, talvez ela finalmente tenha condições de dar uma chance ao formato Blu-ray em seus Macs, algo que já aconteceu com o Final Cut Studio e poderá chegar à próxima grande versão do iTunes.

[Via: Electronista.]

Posts relacionados

Comentários