Escola norte-americana é acusada de enviar quase 200 Macs para o lixo por declarar-se “PC-only”

Uma escola de ensino fundamental situada na cidade norte-americana de Sarasota está aderindo a uma política local que se diz “PC-only” para renovação dos seus computadores, embora o equipamento que já existe na instituição ser totalmente composto de Macs. A história até seria razoável de se engolir, caso não tivesse aparecido uma notícia em um jornal local alegando que as máquinas iriam direto para o lixo.

Macs sendo jogados no lixo

No total, são 190 Macs G3 e G4 (entre iBooks, iMacs e eMacs) que estariam indo para o lixo em totais condições de continuarem funcionando — atentem para o fato de que o mercado de Macs usados não invalida equipamentos de segunda mão tão rápido quanto o de PCs. Os funcionários da escola chegaram a sugerir a venda delas ou uma doação para as próprias crianças, mas ambas as ideias foram negadas pela diretoria.

Macs sendo jogados no lixo

Macs sendo jogados no lixo

Macs sendo jogados no lixo

O Cult of Mac recebeu algumas fotos do conjunto de Macs que estão sendo substituídos (algumas delas vocês puderam ver acima), mas não se sabe necessariamente se os computadores nelas irão para o lixo. Um leitor de lá pediu esclarecimentos à administração local, que afirmou estar enviando as máquinas para recondicionamento e doação; apenas aquelas que não tiverem condições de funcionamento — o que eu duvido que seja o caso de um escola, se todas são iguais — serão destinadas a uma empresa que aparenta fazer o descarte correto do material em programas de reciclagem.

Isso pode até aliviar a situação, mas tem um problema: devido a questões de licenciamento, o software das máquinas deve ser removido para que sejam doadas. Como elas são um tanto antigas — de cinco a dez anos de idade, não sendo capazes de rodar o último Mac OS X disponível —, não será fácil arrumar software que possa ser usado de forma correta nelas após a doação, ou seja, é uma burocracia inútil que torna esses Macs mais próximos de virarem lixo. Triste… 🙁

[Dica do Marcelo Melo, obrigado!]

Posts relacionados

Comentários