Vídeo: a revolução das mídias sociais

Seriam as mídias sociais as maiores propulsoras de mudanças para a humanidade desde a revolução social? Seja bem-vindo, meu caro, ao mundo da Socialnomics (Economia Social):

Publicidade

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=sIFYPQjYhv8[/youtube]

O vídeo acima foi criado e produzido por Erik Qualman, famoso autor de livros sobre o assunto. Destaques das estatísticas, selecionados por mim:

  • Mídias sociais já são mais populares que pornografia na web.
  • Um em oito casais que se uniram nos Estados Unidos em 2008 se conheceram em redes sociais.
  • Anos para chegar a 50 milhões de usuários: rádio (38), TV (13), internet (4) e iPod (3). O Facebook conquistou 100 milhões de membros em menos de 9 meses. Apps para iPhones/iPods touch foram baixados mais de um bilhão de vezes em 9 meses.
  • Se o Facebook fosse um país, ele seria o quarto maior do mundo, se situando entre os Estados Unidos e a Indonésia.
  • Ashton Kutcher e Ellen Degeneres possuem mais seguidores no Twitter que todas as populações da Irlanda, Noruega e Panamá.
  • 80% do uso do Twitter vem de dispositivos móveis.
  • O segundo maior sistema de buscas do mundo é o YouTube.
  • A Wikipédia tem mais de 13 milhões de artigos. Alguns estudos dizem que ela é mais precisa que a Enciclopédia Britânica. 78% dos artigos não estão em inglês.
  • Se você ganhasse R$1 para cada artigo postado na Wikipédia, lucraria R$156,23 por hora.
  • A web já tem mais de 200 milhões de blogs. 54% dos bloggers publicam novos conteúdos diariamente.
  • 78% dos consumidores confiam em recomendações de colegas. Apenas 14% confiam em propagandas.
  • Quando disponíveis, 35% dos livros vendidos na Amazon.com são para o Kindle.

E você, o que acha disso tudo? 😉

[Via: Social Media Blog.]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…