Microsoft incentiva empregados da Best Buy a promover seus produtos e detonar Macs e Linux

Uma série de screenshots de “cursos de treinamento” do Microsoft ExpertZone obtida ontem pelo Ars Technica fala sobre orientações dadas pela gigante de Redmond a empregados da Best Buy. Seu objetivo principal? Convencer os consumidores a comprar PCs com Windows ao invés de optar pelo Linux ou, pior ainda, por Macs.

Publicidade

Best Buy e Microsoft

Veja só a estratégia: a Microsoft “recompensa” empregados com cópias de US$10 do Windows 7 para que cursem o treinamento de reeducação. Não faz muito tempo, vimos algo bem parecido na sua luta para conseguir mais desenvolvedores trabalhando em apps para o Zune HD. Não vale mais investir esse dinheiro em R&D (pesquisa e desenvolvimento) e tornar os produtos melhores, fazendo com que tudo isso ocorra naturalmente?

Só é mais absurdo ainda ver a Best Buy se envolvendo em algo do tipo. Eu já acho a estratégia de comissionar vendedores horrível, porque eles sempre vão querer empurrar o que é mais caro, em vez do melhor custo/benefício para o consumidor. Mas apelar ainda para “recompensas” para promover determinado produto, ah… isso é jogar toda a credibilidade no ralo.

Publicidade

Aliás, vale aqui outra questão: se um produto é ruim, ele nem sequer devia ser colocado à venda. Por que fazer vendedores detonarem marca ou modelo tal, ali exposto por motivos quaisquer, em vez de simplesmente compará-los, explicar como a coisa funciona, avaliar a necessidade dos consumidores e deixá-los por si sós decidir o que é melhor para eles?

Ah, por falar nisso, você sabia que todos os vídeos da Laptop Hunters foram gravados em lojas da Best Buy? Veja abaixo uma espécie de “making of” da campanha:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=ZBL2h3GgyKM[/youtube]

Legal, hein?

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…