Apple é a multinacional mais reconhecida na Ásia, aponta pesquisa anual do Wall Street Journal

Logo prata da Apple

Logo prata da AppleApesar de o cenário geral não ser tão animador para as fabricantes de computadores, a Apple tem vivido um momento de crescimento e novas oportunidades em diversos mercados. A pesquisa “Ásia 200”, promovida pelo Wall Street Journal, colocou a Apple na primeira colocação.

Publicidade

Realizada anualmente, a consulta com os consumidores revela quais são as multinacionais mais admiradas na região. No último ano, a Apple esteve no sétimo lugar da lista.

A mudança repentina é, segundo o WSJ.com, um reflexo de que o crescimento da reputação global da empresa tem se afirmado como uma tendência. “A Apple pode não ser um grande player na Ásia em termos de fatia de mercado, mas a reputação da companhia tem crescido muito.”

Publicidade

A Apple é consciente do espaço que ocupa na Ásia — 1,6% no mercado de computadores e 0,6% no de smartphones — e tem trabalhado para mudar isso. O acordo com a China Unicom e a possibilidade de explorar outras opções de venda são amostras de que a empresa quer crescer e alcançar um maior número de clientes.

Aos poucos, as medidas começam a dar sinal de sucesso. Assim que o iPhone foi introduzido no Japão, ele estava longe de ser popular, mas neste ano se tornou o smartphone líder em vendas no país.

Asia 200 Wall Street Journal Survey

Publicidade

Entretanto, como menciona o jornal, a Apple ainda luta para aumentar a sua penetração na Ásia. “Enquanto o iPod é bastante popular na região, a iTunes Store continua fora do alcance da maioria dos consumidores,” aponta o relatório. “A Apple implementou lojas apenas no Japão e na Austrália. Direitos autorais são o grande obstáculo.”

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…