CEO da Sprint sobre o iPhone: “É como comparar alguém com o Michael Jordan.”

Dan Hesse, da Sprint, no programa de Charlie Rose

Publicidade

Daniel Hesse, CEO da Sprint (operadora que concorre com a AT&T nos Estados Unidos), esteve na quinta-feira à noite no programa de Charlie Rose. Quando questionado se o Palm Pre estaria roubando mercado do iPhone, ele respondeu:

Ah… ele está indo bem, mas você praticamente pode colocar o iPhone, sendo justo, numa categoria à parte. A marca Apple e aquele aparelho têm dado tão certo, é quase… é como comparar alguém com o Michael Jordan.

Curiosidade: Michael Jordan entrou *hoje* para o Hall da Fama do basquete norte-americano.

É muito interessante ver alguém na posição de Hesse ter a maturidade e sinceridade de admitir algo assim, mas ao mesmo tempo é triste para os consumidores ver que nem o maior “iPhone-killer” já criado está sendo páreo para a criação do pessoal de Cupertino.

Publicidade

É claro que Dan também promoveu a sua empresa e o Pre, comparando a qualidade de sua rede com a da AT&T, citando a vantagem que o webOS oferece de rodar múltiplos aplicativos simultaneamente e destacando o diferencial do Pre de ter uma bateria removível, afirmando que donos de iPhones de tempos em tempos são obrigados a trocar todo o aparelho.

Confira os destaques da entrevista no Engadget.

[Via: Gizmodo.]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…