Palm tem prejuízo de US$13,6 milhões, vende 823 mil aparelhos e abandona Windows Mobile

Palm Pre de ladoA Palm revelou hoje seus resultados financeiros do primeiro trimestre fiscal de 2010, o primeiro que contabiliza vendas do Pre. O prejuízo líquido foi menor do que o esperado, mas não foi pequeno: US$13,6 milhões, ou US$0,10 por ação diluída. O faturamento da empresa no período foi de US$68 milhões, contra US$366,9 milhões há um ano.

Publicidade

No trimestre, a Palm vendeu um total de 823 mil smartphones, 134% a mais que o último trimestre, porém 30% a menos, ano após ano. A maioria das vendas, é claro, foi do Pre, ainda que a companhia não tenha dito quantas unidades exatamente comercializou do seu “iPhone-killer”. Desculpa, mas não dá pra não lembrar, de novo, do que o maior investidor da Palm disse no começo deste ano:

Veja que coisa linda: 29 de junho de 2009 será o aniversário de dois anos do primeiro iPhone. Nem uma pessoa sequer dessas estará usando o iPhone um mês depois. Pense nisso — se você comprou o primeiro iPhone, você o comprou porque queria o produto mais legal no mercado. Seu contrato de dois anos [com a AT&T] acabou de expirar. Olhe em volta. Me diga o que eles irão comprar.

Roger McNamee, da Elevation Partners.

Na última conferência para divulgação de resultados financeiros, a Apple revelou vendas de 5,2 milhões de iPhones — sem nenhum 3GS no bolo, diga-se, que bateu um milhão em apenas três dias. Mesmo assim, parece que a Palm está no caminho certo para a sua recuperação, o que é ótimo para o mercado.

A oportunidade de hoje marcou também o anúncio oficial do abandono do Windows Mobile pela Palm. A partir de agora, futuros aparelhos só rodarão a sua plataforma webOS, que surgiu no Pre e virá em breve também no Pixi.

Publicidade

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…