Crackers russos pagam US$0,43 por cada Mac infectado

Existem crackers e crackers. Eu me arrisco a dizer que a maioria deles são moleques sem mais o que fazer, mas há uma boa parcela de gente maldosa que lucra (e muito) com isso. Um desses grupos chama-se “Partnerka” (pronunciado “partnyorka”), e consiste numa rede de spammers e desenvolvedores de malwares russos que trabalham exclusivamente para detonar computadores alheios e causar problemas, principalmente em empresas.

Recentemente, eles vieram com uma novidade: convidaram todos os participantes do seu grupo a infectar Macs com softwares de vídeo falsos. Para cada máquina invadida, eles pagam US$0,43.

Partnerka

Em uma apresentação realizada nesta quinta-feira na conferência de segurança Virus Bulletin 2009 (em Genebra, na Suíça), o pesquisador Dmitry Samosseiko, da Sophos, abordou o trabalho da “Partnerka” e disse que seus afiliados ganham milhares de dólares disseminando spams e malwares, principalmente com sites e emails relacionados a medicamentos diversos. Uma das suas especialidades são os chamados “scarewares”, que nada mais são do que softwares de segurança falsos.

“Usuários de Macs não estão imunes à ameaça de scarewares“, revelou Dmitry. “Na verdade, há ‘codecs-partnerka’ dedicados à venda para promoção de softwares falsos para Mac OS X.”

Fica evidente que, pouco a pouco, Macs estão se tornando alvos mais ativos desses grupos, porém ainda não é motivo para preocupação desenfreada. Como de praxe, o maior risco de segurança no mundo da informática encontra-se entre a cadeira e o teclado. Não faça besteira: não baixe ou instale softwares de procedência duvidosa e preste sempre atenção no que está fazendo (se o Mac OS X pedir a sua senha de administrador, por exemplo, deve haver algum motivo para isso).

[via Computerworld]

Posts relacionados

Comentários