Steve Jobs pula da 61ª para a 43ª posição entre os americanos mais ricos, segundo a Forbes

Steve Jobs, CEO da Apple

A revista Forbes divulgou hoje a sua lista anual dos “400 Americanos Mais Ricos”, que colocou Mark Zuckerberg na 158ª posição, com uma fortuna avaliada em US$2 bilhões. O fundador do Facebook é o integrante mais jovem de todo o ranking.

Publicidade

Bill Gates mais uma vez encabeça a lista, com uma riqueza estimada em US$50 bilhões. Ele é seguido por Warren Buffett (US$40 bi), Lawrence Ellison (US$27 bi) e toda a família Walmart. Sergey Brin e Larry Page, do Google, aparecem empatados na 11ª colocação, com US$15,3 bilhões cada. Michael Dell vem logo depois, em 13º, com US$14,5 bilhões, e em 14º aparece Steve Ballmer, CEO da Microsoft, com US$13,3 bilhões.

Steve Jobs, CEO da Apple

E chegamos finalmente a Steve Jobs. Sua fortuna pode ter caído de US$5,7 para US$5,1 bilhões (afinal, todos os americanos ficaram mais “pobres” com a grande crise econômica), mas ele pulou da 61ª para a 43ª posição de 2008 para 2009.

Cultish king of the iGeeks recently returned to Apple after undergoing a liver transplant this spring; made first public appearance in September looking gaunt at an event debuting improved iPods. In January blamed hormone imbalance for rapid weight loss; suspiciously took medical leave soon after. Shares flat since last August but up 100% since January on continued rumors and releases of new and updated products and Jobs’ return. Reed College dropout founded Apple in 1976. Revolutionized music industry with iTunes, iPod. More than 50 million iPhones could be sold in 2011. Industry whispers suggest company will release a touch-screen computer without a keyboard by early 2010. Best investment: bought Pixar from George Lucas in 1986 for $10 million; created string of hits (Finding Nemo, Toy Story). Sold to Disney in 2006 for $7.4 billion in stock. Today is Disney’s largest shareholder; stake worth $3.9 billion.

Como pode-se observar, o considerado “rei dos iGeeks” não construiu seu patrimônio apenas por causa da Apple, já que possui hoje uma forte participação na Disney (onde é o maior acionista individual), que adquiriu a Pixar — estúdio de animação que ele mesmo comprara de George Lucas em 1986 por “apenas” US$10 milhões — por nada mais nada menos que US$7,4 bilhões. Baita investimento, hein? 😉

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…