Adobe joga na cara da Apple a culpa sobre a ausência de Flash no iPhone

Esta não é a primeira vez que a Adobe mostra total interesse em levar o Flash Player para o iPhone ao mesmo tempo em que culpa a Apple pela impossibilidade, mas esta semana de conferência Adobe MAX 2009 está sendo palco para algumas coisas bem curiosas: primeiro, o lançamento do Flash Player 10.1 para todo smartphone existente, menos para o iPhone OS. Depois, as primeiras informações sobre o Flash Professional CS5 e a sua possibilidade de gerar apps nativos para o iPhone OS.

De ontem pra hoje, porém, surgiram mais algumas “bombinhas” sobre o assunto. Primeiro, acessando o site da Adobe por um iPhone e tentando instalar o Flash Player, o pessoal do Electronista descobriu uma mensagem oficial da Adobe que diz que, “até a Apple eliminar essas restrições [que impedem o uso da tecnologia do Flash no iPhone OS], ela não pode entregar o Flash Player para o iPhone ou o iPod touch”. Confira uma screenshot:

Adobe Flash Player no iPhone

Depois, de maneira super bem-humorada, a Adobe criou também uma paródia dos MythBusters chamada Adobe MythHackers, com o objetivo de envergonhar a Apple por não permitir a entrada do Flash Player no iPhone OS, mostrando como o software roda em praticamente todo tipo de dispositivo hoje em dia.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=lzqd5mHWTHE[/youtube]

Será que a Apple tem que se envergonhar mesmo?! 😛

Por fim, em uma outra ocasião da conferência, representantes da Adobe fizeram questão de esclarecer que a ferramenta de desenvolvimento de apps para o iPhone via Flash Professional foi totalmente desenvolvida sem consentimento ou ajuda da Apple, mas espera que a fabricante do iPhone orgulhe-se, agora, dos seus esforços.

Como o próprio time de aprovações de Cupertino já deu sinal verde para pelo menos dez apps diferentes rodando sob a plataforma Flash (já disponíveis na App Store), é bem capaz que a Apple não encrenque com a situação, ainda que eu ache super estranho esse tipo de relacionamento entre as duas empresas.

Programar aplicativos em Flash para o iPhone não é tão poderoso quanto com as ferramentas do iPhone SDK (e os apps nem se integrarão facilmente com o resto do sistema), mas com certeza essa novidade abrirá portas para uma gama de novos desenvolvedores e títulos para a plataforma, o que só tem a beneficiar a Apple no final das contas.

Posts relacionados

Comentários