ClickToFlash permite visualização de vídeos do YouTube em formato H.264

ClickToFlash

ClickToFlashEm janeiro deste ano, comentamos a respeito de um plugin muito legal para quem usa o Safari e odeia Flash durante a navegação diária por sites, o ClickToFlash. Para os que não o conhecem, ele impede o carregamento de conteúdos em Adobe Flash, a menos que o usuário clique sobre eles.

Isso traz enormes benefícios para quem navega pela web em computadores pouco poderosos, pois o plugin da Adobe tende a aumentar o consumo de recursos da máquina para carregar as páginas. Entretanto, uma das funções que a desenvolvedora do plugin vem explorando recentemente é a possibilidade de você assistir a vídeos de sites como o YouTube (que usam um Flash Player) através da ligação que ele faz com os arquivos em formato QuickTime/H.264.

Caso você não saiba, o YouTube armazena cada vídeo processado após o envio em arquivos no formato nativo do QuickTime, usando o plugin Flash para exibi-lo nas páginas. Com a versão mais recente do ClickToFlash (1.5.3), não só é possível ignorar o Flash Player, como também pode-se trazer esse arquivo bruto que fica escondido nos servidores (e possui uma qualidade de visualização muito maior) aos seus olhos.

ClickToFlash no YouTube

Note que os controles de execução são os do próprio Safari para exibir conteúdo em HTML 5, e o vídeo tira proveito da aceleração de hardware para os Macs mais recentes para tornar a sua visualização mais eficiente e consumir ainda menos recursos da máquina. A reação dessa novidade foi tão grande que os desenvolvedores estão precisando de ajuda para identificar quais sites de vídeos populares na internet geram arquivos no formato QuickTime em seus servidores para alimentar os players em Flash.

Caso tenha interesse em ajudá-los, considere a leitura de algumas instruções nesta página. Ah, e não deixe de baixar o ClickToFlash (ZIP, 524KB), que é totalmente gratuito.

[via Daring Fireball]

Posts relacionados

Comentários