Jim Cramer vai além de todos os analistas da Wall Street e prevê preço-alvo de US$300 para ações da Apple

Stocks no iPhone

Responsável por apresentar o programa Mad Money, da CNBC, Jim Cramer também expôs suas impressões sobre o excelente desempenho financeiro anunciado pela Apple na última segunda-feira para o Q4 ’09. Ele colocou um preço-alvo absurdo de US$300 nas suas ações, indo além das opiniões gerais de todos os analistas que cobrem o andamento econômico da empresa.

Publicidade

Apesar das esperanças de lucro, as ações da Apple estão bem caras: no momento da publicação deste artigo, elas estavam sendo cotadas a aproximadamente US$205 — quem as adquiriu na época em que todos estavam com medo da morte de Steve Jobs deve estar dando pulos de alegria agora. Mas agora, a maior preocupação da fabricante de Macs é conseguir suprir a demanda do mercado pelos seus produtos, um problema que está a caminho de ser resolvido, mas que “é bom ter”, segundo Cramer.

Ele também disse que a Apple possui plenas capacidades de ampliar as vendas do Mac (atingindo com maior força a Dell) e do iPhone (atualmente detentor de 3% do mercado de celulares), colocando-o como um candidato ao domínio da indústria de smartphones no futuro — da mesma que o iPod é dominante na sua categoria atualmente. Contudo, críticas também foram realizadas, especialmente ao fato de a empresa apenas ter reconhecido problemas em manter o estoque do iPhone.

Publicidade

Para o próximo ano, Cramer acredita que a Apple atingirá lucros líquidos de US$13 por ação.

[via 9 to 5 Mac]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…