iPhone é eleito “produto da década” — mas também o pior telefone do mundo

iPhone 3GS deitado, de lado

Mark A. Kellner, do jornal norte-americano The Washington Times, elegeu hoje o iPhone como o “presente da década” para o final de ano — embora ele também tenha se empolgado e chamado o aparelho de o “produto da década”. A escolha foi feita em função do impacto que ele gerou na forma com olhamos para dispositivos móveis e nos seus diversos recursos e aplicativos, alguns deles exclusivos da sua plataforma móvel.

iPhone 3GS deitado, de lado

Kellner destaca que, em alguns aspectos, o aparelho pode substituir um notebook para certas tarefas diárias, colocando a computação em um novo patamar na indústria. “Cada vez mais estou convencido de que esta maravilha com menos de 140 gramas e tela colorida é apenas isso, uma criação maravilhosa”, disse.

Se você ler o artigo completo do jornalista, verá que talvez estejam listados muitos recursos que você usa bastante no dia-a-dia, ligados ao iPod, a aplicativos de comunicação, GPS, sua interface de usuário e aos milhares de produtos disponíveis na App Store. No entanto, outro ponto que vem sendo destacado em alguns países é a força do iPhone como uma marca, sobretudo na Austrália, onde uma pesquisa recente da Millward Brown comprovou que o aparelho chama muito mais a atenção das pessoas do que produtos de outras empresas, sendo um candidato a crescer assustadoramente no país em 2010.

Contudo, apesar de o smartphone da Apple ser considerado um “canivete suíço” devido a intermináveis possibilidades de software, a edição britânica da CNET alega que ele perde feio no quesito em que deveria ser o melhor: o de um simples telefone.

Pior telefone da história: iPhone

Os editores do site analisaram essa “parte” do iPhone e concluíram que a sua qualidade para realização/recepção de chamadas é muito ruim, sem falar em todas as críticas que já rolaram (e ainda rolam) sobre queda de ligações, falhas de conexão 3G, superaquecimento e curta duração da bateria. Nada disso leva em consideração suas outras funções, e sim a sua tarefa de realizar ligações apenas.

A parte mais curiosa é que, na mesma CNET UK, o iPhone foi o aparelho mais bem avaliado pelos editores no meio do ano. Isso me faz pensar no valor que ele possui como telefone celular, no final das contas… :-/

Posts relacionados

Comentários