Desenvolvedora de jogos para iPhone/iPod touch é acusada de “espionagem” por usuário

iMobsters, da Storm8Responsável por criar alguns dos jogos mais populares da iPhone App Store, a Storm8 foi processada recentemente por um usuário sob a acusação de roubo de dados (PDF, 82KB) através dos seus produtos. De acordo com os documentos enviados à justiça, a empresa instalou backdoors em seus aplicativos de forma proposital, para acessar, obter e transmitir números de telefone e outras informações da forma que quiser, sem nenhum consentimento.

Reclamações sobre o assunto já existem há algum tempo, e a Storm8 soube lidar com a insatisfação inicial dos seus usuários por meio de um email, alegando que o acesso aos dados era feito através de um bug. No entanto, Michael Turner, que registrou o processo contra a desenvolvedora, diz que a afirmação dela é falsa, pois é impossível obter informações do usuário sem o uso de um código específico para isso.

Além disso, a queixa aberta por Turner também indica que a empresa inclui código para obter esses dados em todos os seus jogos, resultando em violação dos termos de privacidade e das leis vigentes nos Estados Unidos que fazem referência a crimes virtuais, fraude e abusos. Outros usuários que se encontrem na situação de Turner também podem se unir ao caso para contribuir com informações contra a empresa.

Caso seja sentenciada, a Storm8 deverá pagar indenizações e multas, além de entregar os lucros obtidos com os aplicativos afetados e instituir bloqueios para impedir a continuidade da coleta de informações. O resultado disso também poderá ser importante para redefinir algumas ações ainda habilitadas pela Apple nas suas ferramentas de desenvolvimento, pois apps capazes de obter informações do usuário podem ser aprovados livremente pela equipe da iPhone App Store.

[via The Register]

Posts relacionados

Comentários