Após ratificar padrão 802.11n, IEEE trabalha no aumento da velocidade do Wi-Fi para 1Gbps

Ratificar o padrão 802.11n foi apenas uma das tarefas concluídas em 2009 pelo IEEE, que também trabalha em aprimoramentos significativos para torná-lo mais veloz em futuras revisões. As mudanças, motivadas por experimentos realizados pela Intel e pela Apple com componentes de produtos lançados recentemente, visam ampliar a sua velocidade de transferência padrão para o máximo possível (600Mbps).

Wi-fi logo

Estimular a adoção desse hardware aprimorado fará com que ele se torne mais acessível, ampliando o uso de redes sem fio de alta velocidade ao redor do mundo — especialmente em empresas, onde elas já são consideradas fundamentais. Porém, mesmo com a Apple e a Intel colocando novas bases Wi-Fi e componentes para computadores no mercado, popularizá-los ainda é uma tarefa difícil.

Além disso, o IEEE também trabalha em um novo padrão Wi-Fi para ser ratificado em 2012, o 802.11ac, considerado um update significativo para a tecnologia. O objetivo principal desse trabalho em andamento é proporcionar uma largura de banda muito maior para redes sem fio (usando canais de frequência de 80MHz ou até 160MHz), além de um aumento de 10% na eficiência de modulação.

Um dos principais resultados disso é o aumento enorme da velocidade de transferência, previsto para atingir 1Gbps nos próximos três anos. Ela será três vezes mais veloz do que a atual, mas ainda não dá sinais de enormes progressos no desenvolvimento, mesmo sendo um trabalho em andamento.

Estima-se que o padrão ac já poderá ser usado como draft no final de 2011. A aprovação final dele, porém, sairá apenas em 2012.

[via Electronista]

Posts relacionados

Comentários