Aquisição da NBC pela Comcast poderá ofuscar futuro serviço de assinatura de TV através da iTunes Store

Logo da NBC

NBC (logo)Um acordo de US$13,75 bilhões firmado entre a Comcast e a General Electric fez com que 51% da NBC fosse para as mãos da maior rede de TV a cabo dos Estados Unidos, na semana passada. A transação fez com que vários analistas apresentassem uma opinião geral bem negativa a respeito do assunto, em que a nova emissora resultante dessas negociações deverá se tornar mais fechada a contratos de distribuição de conteúdo online, a exemplo do firmado com a Apple para a iTunes Store em 2008.

A coisa se torna ainda mais preocupante para aqueles que tinham forte esperança em um serviço de assinatura de TV provido pela Apple, a ser integrado ao iTunes no desktop e, consequentemente, a Apple TVs. Uma nova proposta de distribuição de conteúdo pela iTunes Store através desse modelo de negócio já foi motivo de fortes especulações no início de novembro, mas, com a união entre NBC e Comcast, as chances de uma parceria entre elas e a Apple sair do papel tornam-se mínimas.

No entanto, outros analistas acreditam que as relações (já instáveis de eventos passados) da NBC com a Apple se agravarão em todos os sentidos, incluindo qualquer acordo relacionado com conteúdo. Colin Dixon, do Diffusion Group, acredita que a emissora é capaz de dizer “não” a qualquer proposta vinda de Cupertino — com a possibilidade de ainda ser apoiada por outras transmissoras, como USA Network, SyFy e Bravo, também anexadas à Comcast por meio do seu acordo com a General Electric.

Caso um serviço de assinatura de TV através da iTunes Store saia do papel, é claro que outras emissoras continuam na categoria de potenciais parceiras da Apple, incluindo outras três gigantes do setor nos Estados Unidos — CBS, Fox e ABC (comandada pela Disney, onde Steve Jobs possui forte influência). Entretanto, não há nenhuma garantia de que negociações da Apple sobre o assunto estejam mesmo em andamento.

[via AppleInsider]

Posts relacionados

Comentários