Nokia anuncia fechamento de lojas de varejo em Londres, Chicago e Nova York

A Nokia nunca esteve numa situação tão ruim: no meio de outubro, a empresa divulgou seus resultados financeiros — o primeiro prejuízo desde 1996, de US$834 milhões. Pouco tempo depois ela decidiu processar a Apple, e hoje cedo levou o troco. Enquanto isso, continua perdendo market share (1, 2) em telefones celulares, e pelo menos o posto de fabricante mais lucrativa, ela já entregou para a Maçã.

Nokia flagship store

Nesta semana, uma nova bomba: a Nokia anunciou que fechará suas lojas de varejo na Regent Street, de Londres, e em Chicago e Nova York. Ao que tudo indica, a tentativa não foi tão bem-sucedida quanto a da Apple e não justificava mais tamanho investimento, quando ela não estaria obtendo retorno significativo na venda de produtos ou sustentação de marca.

A companhia diz que as medidas visam a posicioná-la para “um realinhamento de sua estratégia de marketing global”, mais focada em parceiras e operadoras. Essas lojas da Nokia haviam sido abertas há relativamente pouco tempo, em 2006.

[via Times Online e Engadget]

Posts relacionados

Comentários