MacRabbit lança Espresso 1.1, software para Mac cheio de novidades para desenvolvedores web

Ícone do Espresso

A MacRabbit lançou hoje a versão 1.1 do Espresso, um ambiente de desenvolvimento de sites e web apps bastante interessante, e que já foi bastante comentado por aqui em artigos anteriores. Ele oferece um fluxo de trabalho único com editor avançado e intuitivo de código, um gerenciador de projetos e ferramentas integradas para pré-visualização e publicação online de conteúdo, que atende a todas as necessidades de desenvolvedores de sites em um só lugar e é amplamente extensível via plugins (no caso dele, os chamados sugars).

Espresso - Gerenciador de Projetos
O novo gerenciador de projetos do Espresso permite que você personalize cada um deles para fácil localização.

Para a nova versão, a MacRabbit trabalhou bastante e incluiu muita coisa nova, começando pelo espaço de trabalho do desenvolvedor: ele foi totalmente remodelado e agora é flutuante, para que seja possível manter o foco no trabalho em qualquer área de edição ou trabalho com design. Um organizador de projetos permite que você tenha acesso integrado a todos os seus trabalhos em andamento, que podem ser encontrados de forma muito mais fácil do que antes — ainda mais se você personalizá-los com cores e formas diferentes.

Com um projeto aberto no Expresso, você também contará com o apoio de outras funções novas. Caso precise de uma ajudinha extra para buscar por um arquivo no meio de dezenas de outros, é possível tirar proveito de um rápido recurso de buscas, que expõe pré-visualização integrada de imagens para facilitar ainda mais essa tarefa.

Espresso 1.1 - Buscas

Dentro do editor, os famosos Snippets se tornaram sensíveis a deslocamento lateral, onde são inseridos e suportam construções bem mais avançadas, que podem incluir até shell scripts e quase toda a sintaxe encontrada em editores super avançados, como o TextMate. A função Smart Paste (acessível pelo atalho Control + Command + V) ajusta automaticamente o deslocamento do texto e o final das linhas de código, evitando trabalhos adicionais ao colar texto em documentos.

O Espresso 1.1 traz uma ferramenta de publicação mais avançada — porém ainda não conta com a mesma flexibilidade da existente no Coda, da Panic — e oferece um novo sistema de recuperação de estado dos seus arquivos que lembra exatamente onde você parou antes de encerrá-lo. Também é possível contar com verificação ortográfica única em todos os documentos, sem a necessidade de ser ativada em cada um independentemente.

Espresso 1.1 - Publishing

Além das novidades, o aplicativo recebeu diversas correções de bugs e otimizações que o tornaram mais rápido, estável e responsivo, então é possível contar com melhorias no uso de cada das suas funções. Vale observar ainda uma maior compatibilidade para trabalhos no Mac OS X Snow Leopard, algo importante para os seus usuários que ainda estão indecisos sobre migrar do Leopard ou não.

O Espresso é um binário universal, compatível com o Mac OS X 10.5.8 ou superiores. Ele pode ser adquirido de três formas: independente (custando aproximadamente US$88), com desconto para usuários do CSSEdit (por aproximadamente US$73) ou em um pacote especial com o CSSEdit (por US$117). Você também pode baixar um trial de 15 dias e conferir as novidades pessoalmente.

[via TUAW]

Posts relacionados

Comentários