Microsoft, sobre Apple e iPhone: “Ainda estamos correndo atrás do prejuízo.”

É até estranho ler “ainda” na frase, porque na prática eu não vi a Microsoft fazer nada por enquanto. O lançamento do Windows Mobile 6.5 poderia ser alguma coisa, mas veio às pressas e foi considerado pelo próprio CEO da empresa como um “tampão”.

Publicidade

Aliás, falando em Steve Ballmer, não dá pra esquecer o quanto ele criticou e detonou o iPhone em seu lançamento, há dois anos e meio. Hoje, a Apple possui 17,1% do mercado de smartphones, contra meros 7,9% do WinMo.

Phil Moore, chefe da Microsoft do Reino Unido“Nós ainda estamos correndo atrás do prejuízo”, afirmou Phil Moore, chefe da Microsoft do Reino Unido, durante a conferência tecnológica Connect!, em Londres (Inglaterra).

“Quando a Apple entrou no jogo há dois anos, ela esqueceu as regras e reinventou [o mercado]. Nós infelizmente não dispomos desse luxo. É verdade, a Apple nos pegou cochilando. Ela lançou algo que era muito icônico, novo e diferente, com uma ótima interface do usuário”, completou.

Publicidade

Depois do WinMo 6.5, o projeto da Microsoft que pode lhe dar esperanças de recuperar um certo terreno no mercado é o Windows Mobile 7.0, mas este não chegará antes do final de 2010, segundo o próprio Moore. Isto é, mais de três anos depois a Microsoft lançará um sistema operacional móvel para tentar bater o iPhone OS 1.0. Até lá, já estaremos na versão 4.0.

Outro que admitiu a superioridade da Apple foi Rory O’Neill, diretor de soluções de alianças mercadológicas da Research In Motion (RIM): “A Apple tem sido uma catalisadora para todos nós entendermos o telefone como uma plataforma que pode entregar e permitir que as pessoas façam o que quiserem”, disse.

[via 9 to 5 Mac]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…