Vendas de Macs crescem mais de 16% e impulsionam o mercado de computação pessoal

A IDC registrou que o terceiro trimestre de 2009 apresentou um crescimento de 2,3% nas vendas de computadores pessoais ao redor do mundo, ano após ano, e que isso teria sido impulsionado pela força da plataforma Mac. Este é o primeiro resultado positivo do mercado, depois de três trimestres consecutivos de resultados negativos. As previsões são de que o crescimento chegue a dois dígitos até 2013.

Publicidade
*Previsões. Carregamentos de PCs por região e tipo, 2008–2013 (Milhões de unidades). Fonte: IDC
*Previsões. Carregamentos de PCs por região e tipo, 2008–2013 (Milhões de unidades). Fonte: IDC

Analista da IDC, Jay Chou contou ao AppleInsider que, dos 3 milhões de Macs vendidos no Q3 de 2009, 1,7 milhão foi em solo estadunidense, representando um aumento de 9,8% — ao redor do mundo, a plataforma de computação pessoal da Apple teve um aumento de 16,4% em comparação ao mesmo período de 2008. “Em todo caso, [a Apple] superou até bem o mercado como um todo e prestou um testemunho de sua habilidade única de vender para um público leal em tempos difíceis”, Chou disse.

Metade do mercado mundial de computadores é representada por mercados emergentes, como a América Latina, a Europa Central/Oriental e a Ásia: espera-se que estas regiões abram o caminho para começar 2010 com um crescimento de dois dígitos. A IDC prevê que as vendas de desktops permanecerão estáveis, enquanto portáteis crescerão mais de 18% — e, assim, ditarão os ganhos.

Indo além do terceiro trimestre, no Q4, as vendas de Macs deverão crescer 21%, indicando que o momentum adquirido pela Apple adentrará as festas de fim de ano. Espera-se que pelo menos 3 milhões de Macs sejam vendidos neste período — certamente com a ajuda dos novos iMacs e da família de MacBooks.

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…