Telas da Pixel Qi são de dar água na boca: veja uma delas em ação

Imagine uma tela de LCD que consome um quarto da energia de um display convencional, exibe conteúdo visível à luz do sol e é totalmente colorida e compatível com vídeo. Imaginou? Agora veja:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=oawX3wenxNc[/youtube]

O vídeo acima mostra uma comparação entre um Kindle, um Toshiba R600 com tela LCD convencional e um netbook da Acer com a nova tecnologia da Pixel Qi, os três sob o sol. Lá pelos 5’20”, um notebook HP com tela sensível ao toque entra na comparação — e o desempenho dele à luz do dia é horrível.

Imaginar um computador com uma tela que não precisa de iluminação traseira era, até pouco tempo atrás, coisa de louco. As telas de e-ink mudaram tudo ao se comportar quase como uma folha de papel, suaves aos olhos e super econômicas, mas com um problema sério para atualizar conteúdo: ainda assim, graças a elas, vimos o Kindle nascer e abrir caminho no mercado de livros eletrônicos.

Agora, uma tecnologia que possa unir o melhor de dois mundos sem saquear nossos bolsos, isso será revolucionário! Se a mítica tablet da Apple for lançada com um foco em leitura, acho que é obrigatório, imprescindível, que ela tenha exatamente esta tecnologia de display, principalmente porque, se bem integrada ao resto do hardware, ela pode quintuplicar a autonomia de bateria. (Dica: a Pixel Qi já tem como produzir telas de 10,1″ em larga escala.) Honestamente? Eu já quero uma dessas no meu iPod touch e no meu MacBook: agora, NOW!

Para quem tiver interesse, abaixo segue mais um vídeo: nele Mary Lou Jepsen em seu laboratório caseiro fala mais da tecnologia 3Qi (three-chee; uma brincadeira com 3G, three-gee) e de como a autonomia das baterias de eletrônicos pode se beneficiar de técnicas usadas no XO, do projeto OLPC.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=qSR-m6o4ML8[/youtube]

Para mais informações sobre as tecnologias da Pixel Qi, recomendamos uma visitinha ao site da companhia. O que tem por lá é de dar água na boca. 😉

Ouviu, Steve?

Posts relacionados

Comentários