Adobe distribuirá correções destinadas ao Acrobat e Reader via atualizações automáticas

Ícones do Adobe Acrobat e Reader

Para as próximas atualizações de segurança destinadas ao Reader e ao Acrobat, a Adobe iniciará testes com um novo software updater para Macs e PCs com Windows, chamado Acrobat Refresh Manager. O utilitário foi instalado de forma “secreta” nas máquinas de todos os usuários nas atualizações de segurança liberadas a partir de outubro do ano passado, mas nunca foi ativado desde então.

Ícones do Adobe Acrobat e Reader

Em 12 de janeiro, a empresa espera corrigir bugs críticos de JavaScript nos seus aplicativos relacionados a documentos PDF, sendo esta a primeira vez em que o novo Refresh Manager será usado. A principal diferença dele para a atual solução de atualizações da Adobe é o fato de ele ser capaz de manter os softwares automaticamente atualizados para usuários, sem que eles tomem ações no processo ou sejam avisados.

Obviamente, quem não quiser se submeter a isso pode configurá-lo para funcionar da mesma forma que o Adobe Updater ou então decidir que o novo utilitário baixe as atualizações mas apenas as instale com o seu consentimento. Esta última opção assimila-se com que a Apple pratica em seu sistema de atualizações para o Mac OS X e na minha opinião é a melhor, pois permite que o usuário tome o menor procedimento possível para manter seu computador com os últimos updates e ainda tenha ciência do que foi instalado por outros desenvolvedores em sua máquina e quais foram as alterações realizadas.

A proposta da Adobe com esse novo sistema de atualizações é certificar-se de que seus clientes estarão bem mais garantidos contra falhas de segurança, que passaram a atacar os seus produtos constantemente em 2009 e assim continuarão durante 2010. Muitos usuários recusam a instalação de updates do modelo atual empregado por ela, tornando-os mais vulneráveis a serem prejudicados através dos seus softwares por pragas virtuais.

Caso o novo Acrobat Refresh Manager funcione conforme prometido, ele será definido como a opção padrão para a instalação de updates no Acrobat e Reader a partir de abril. Existe a possibilidade de ele passar a ser usado por outros produtos da empresa e mude de nome, mas ainda é cedo para especular isso.

[via Macworld]

Posts relacionados

Comentários