Pirataria na iPhone App Store faz Apple e desenvolvedores perderem US$450 milhões

Centenas de apps saindo de um iPhone 3GS

Desde a sua abertura em julho de 2008, a App Store já perdeu US$450 milhões em arrecadação devido à pirataria de aplicativos, de acordo com o portal econômico 24/7 Wall St.. Nos últimos meses, desenvolvedores de aplicativos alegam ter reportado índices alarmantes do uso pirateado de seus softwares, o que tende a aumentar conforme mais usuários adquirem iPhones/iPods touch e os submetem a processos de jailbreak e/ou desbloqueio.

Muitos usuários ainda não fazem jailbreak em seus aparelhos, mas isso deverá mudar no futuro, quando analistas esperam que as barreiras técnicas que atualmente impedem muitos usuários de fazerem isso diminuirão — ou seja, quando eles esperam que esses processos se tornarão mais esclarecidos e fáceis de usar. Embora a Apple trabalhe bastante para impedir que os aparelhos possam ser hackeados, ela não pode garantir o fim das atividades de grupos especializados no assunto — como o iPhone Dev Team.

Análises feitas pela Pinch Media no passado comprovaram que apenas uma parcela dos usuários de iPhones/iPods touch jailbroken usam softwares pirateados — o que é verdade, pois a maioria deles apenas se interessa em alterar seus aparelhos para obter produtos indisponíveis na App Store. De qualquer forma, é impossível estimar quantos gadgets tiveram seu sistema operacional modificado de forma ilegal, mas alguns desenvolvedores consultados pelo 24/7 Wall St. relataram níveis de pirataria variando entre 75% e 95%.

Dos US$450 milhões perdidos pela App Store com pirataria, US$310 milhões deveriam ser distribuídos entre desenvolvedores, o que significa que eles estão perdendo muito mais do que se esperava com essas operações ilegais. Trata-se de algo que pode trazer sérios problemas para a Apple — especialmente se ela não investir em meios de proteger melhor as criações dos 125 mil profissionais que trabalham no desenvolvimento de apps em todo o mundo.

[dica do Guilherme Cherman]

Posts relacionados

Comentários