Lá vamos nós: Psystar oficializa apelação ao processo da Apple na justiça norte-americana

Há um mês, a Apple finalmente conquistou uma injunção permanente contra a Psystar, o que culminaria no fechamento de suas operações, não fosse uma declaração pública do seu advogado. A fabricante de clones de Macs de fato suspendeu as vendas do seu software que possibilitava a instalação do Mac OS X em PCs comuns, mas se preparava desde então para uma última cartada.

Hoje, o Mac Observer divulgou que a Psystar oficializou uma apelação ao processo da Apple nos Estados Unidos. Um novo grupo de três juízes reanalisará o caso, mas isso ainda pode levar muitos meses.

Por ora, permanece válida a determinação do Judge William, que concordou com a Apple em sua acusação de que o negócio da Psystar violaria leis de direito autoral (copyright) do sistema operacional da Maçã. Para viabilizar a instalação do Mac OS X, o software criado por ela “disfarçava” PCs como Macs — mesma coisa que a Palm fazia com o Pre no iTunes.

Posts relacionados

Comentários