Embora receba salário anual de US$1, Steve Jobs ganha muito mais do que isso com rendimento de dividendos

Recusar o recebimento de um salário padrão de CEO para ganhar apenas US$1 anual não quer dizer que Steve Jobs deixa de lucrar muito mais do que merece todos os anos, indo além até mesmo das tradicionais compensações de ações que todo executivo como ele recebe das empresas em que trabalha. O chefão da Apple é um dos maiores beneficiados por rendimentos de dividendos em uma empresa de tecnologia, recebendo uma quantia bastante alta na repartição dos lucros das companhias em que possui enorme influência.

Associated Press pesquisou isso a fundo e comprovou que Steve Jobs foi uma das pessoas que mais ganhou dinheiro com a Apple desde que voltou a trabalhar nela, em 1997. Só os papéis que ele possui da empresa que fundou valem, no total, US$1,1 bilhão — sem falar que, desconsiderando as compensações que recebe, vale destacar o quanto a sua participação na Disney é bastante lucrativa, ainda mais lembrando que ele é o maior acionista único dela.

Nos últimos três anos, a Disney começou a pagar US$0,35 em dividendos para cada ação. Como Jobs possui aproximadamente 138 milhões delas em seu poder, ele recebeu cerca de US$48 milhões por cada ano em que essa iniciativa vigorou, o que é uma grana e tanto —  e provavelmente supera o salário que ele ganharia como CEO da Apple.

[via 9 to 5 Mac]

Posts relacionados

Comentários