“Problemas menores” podem adiar a chegada da tablet “super iPod touch” ao mercado

Numa nota enviada aos investidores, Shaw Wu (da Kaufman Bros.) disse acreditar que a tablet seguirá um cronograma similar ao do iPhone original, em 2007, com uma apresentação formal à imprensa em janeiro e a chegada efetiva ao mercado seis meses depois. Segundo suas verificações com fornecedores de suprimentos, o analista acredita que “problemas menores” envolvendo a autonomia de bateria e a durabilidade do gadget seriam a razão principal para seu lançamento no meio do ano.

Publicidade

Alimentando o moinho de rumores, a descrição que Wu faz do aparelho é como sendo um “super iPod touch” (quase um “iPhone em esteroides”, não é?). “Este produto [em forma de] tablet tem sido descrito como um híbrido entre um iPhone/iPod touch e um Mac, mas em termos de software e componentes, ele parece ter mais daqueles, o que significa dizer que é baseado em ARM”, ele escreveu. “Nosso entendimento é de que o propósito dele não é substituir um Mac, mas ser algo como um ‘super’ iPod touch, no qual vídeo, jogos, navegação na web, ebooks e a habilidade de rodar múltiplos aplicativos seria melhorada com a tela bem maior.”

O analista acredita que os custos maiores colocarão o preço do produto na faixa de US$1.000, por conta da tela sensível ao toque maior, além dos gastos superiores com semicondutores, vidro, sensores e substratos. Quanto à conectividade, Wu coloca o Wi-Fi como método ideal — sua opinião é que as redes 3G já estariam demasiadamente congestionadas. Subsídios ofertados pelas operadoras, porém, poderão fazer a diferença no mercado, então nada ficaria totalmente de fora.

Publicidade

Por fim, a Kaufman Bros. prevê a produção de cinco milhões de unidades da “iSlate” neste ano. O preço-alvo das ações da Apple é mantido no patamar de US$253.

É interessante notar como essas previsões contrariam/corroboram rumores prévios vindos de grandes veículos de comunicação: o WSJ.com indicou um lançamento em março custando “menos de US$1.000” (um valor bem vago); Gene Munster, da Piper Jaffray, previu, além da chegada em março, um preço de US$600 para a tablet e a venda de dois milhões de unidades em 2010, mas também a comparou com um “iPod touch gigante”.

[via AppleInsider]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…