“TE RE-PU-DI-O!”*: de acordo com uma fonte da CNBC, Steve Jobs odeia Eric Schmidt

Espero que Jim Goldman, da CNBC, não tenha escrito isto sem antes pensar duas (mil) vezes, pois é fofoca da grossa. De acordo com uma fonte que, segundo ele, está a par das dinâmicas entre Microsoft, Apple e Yahoo! no que se refere a buscas, há quatro detalhes que ajudam na árdua tarefa de compreender a possível mudança do sistema de busca principal do iPhone para o Bing.

  1. Quando o app oficial do Bing foi lançado para iPhone, o número de buscas oriundas dele ultrapassou as procedentes de TODA a rede da Verizon Wireless. De novo: um _telefone_ contra uma _operadora_ (com vários aparelhos) que oferece o Bing como buscador padrão.
  2. “Jobs odeia Eric.” Simples assim, três palavras.
  3. A Microsoft estaria disposta a pagar bem mais por cada clique em anúncios.
  4. As negociações estariam rolando desde outubro/novembro de 2009.

Segundo a fonte, Jobs estaria longe de ser “anti-Microsoft” (apesar de detestar os produtos da gigante de Redmond): “Steve entende que o Bing vai oferecer uma API de busca na qual ele poderá integrar resultados mais a fundo no produto sem ter que ver a página/interface do Bing.” Por fim, o informante garante que a Apple não está interessada em desenvolver seu próprio sistema de busca, preferindo focar-se em seus próprios anúncios, que apareceriam em resultados de buscas variadas.

Agora uma coisa fica no ar: se essa parceria se concretizar, como a Maçã vai justificar os repetidos golpes no principal produto da Microsoft? Será que El Joboso vai ter cara de pau de dizer que “o Windows é uma porcaria, mas o Bing é amazing!”? E nós, vamos engolir?

Espero por uma declaração oficial do Jobs desmentindo isso em 3, 2, 1… >.<

* Piadinha do Mundo Canibal com o verbo “repudiar” e uma próclise. 😉

Posts relacionados

Comentários