Distimo lança relatório sobre preços de aplicativos em App Stores, com dados de dezembro de 2009

A Distimo lançou hoje o seu relatório mensal sobre as lojas de aplicativos para dispositivos móveis que atuam em diversos países, com base em dados de dezembro de 2009 (PDF, 1,5MB). Nesta edição, a empresa de análises focou-se em comparações de preços dos produtos oferecidos nas lojas — a fim de ter uma ideia do valor médio pago pelos seus respectivos consumidores — e traçou um cenário geral do Android Market, que tem feito bastante sucesso com o lançamento de novos aparelhos baseados na plataforma móvel do Google.

Uma das constatações feitas pela Distimo é que aplicativos para Windows Mobile e BlackBerry são os mais caros entre as lojas analisadas, sendo oferecidos a preços que variam entre US$7 e US$8,26, em média. No geral, os produtos dessas lojas são destinados a fins empresariais, por isso é normal que custem mais caro — embora não signifique que não sejam populares em seus nichos.

Nas demais lojas analisadas (iPhone App Store, Android Market e Nokia Ovi Store), o preço médio dos aplicativos fica a US$3,50 ou menos. Como o destaque da pesquisa da Distimo foi o Android Market, foram feitas ainda outras constatações interessantes acerca da plataforma do Google, como por exemplo a localidade onde os seus apps custam mais caro (Europa) e onde há mais desenvolvedores dedicados a vendas na loja (Estados Unidos).

[via TechCrunch]

Posts relacionados

Comentários