Testes indicam superioridade de desempenho do Parallels Desktop 5 em relação ao VMware Fusion 3

Parallels Desktop

Como de praxe, a revista MacTech publicou recentemente o seu comparativo anual de aplicativos de virtualização para o Mac OS X, colocando a última versão do Parallels Desktop e a mais recente do VMware Fusion dentro de uma série de testes de desempenho. Ambos os softwares estão ótimos em suas mais recentes versões — significando que é uma boa hora para escolher entre um deles e comprar, caso esteja precisando —, mas no final dos benchmarks da revista, quem se deu bem novamente foi o Parallels Desktop.

Compartivo — Parallels Desktop vs. Fusion

Ele já garantiu a vitória contra o produto da VMware em edições anteriores do estudo da MacTech, mas desta vez o Fusion deixou bastante a desejar em termos de performance. Após uma média geral de todos os testes realizados pela revista nessa área, foi comprovado que o Parallels Desktop 5 é 30% mais veloz na execução do Windows XP e 43% mais veloz no uso do Windows 7 — isso não significa, contudo, que a última versão do sistema da Microsoft é melhor para fins de virtualização, pois o Windows XP ainda é o mais recomendado para isso.

O maior ponto positivo da solução da Parallels é seu suporte gráfico para máquinas virtuais, que é muito mais abrangente e veloz quando comparado com o Fusion, limitado às últimas versões do Windows. Fica claro, portanto, que o Parallels Desktop é a melhor escolha para quem busca o máximo de performance gráfica 3D para jogos e aplicativos profissionais — não é à toa que a Autodesk o recomenda para o uso dos seus aplicativos indisponíveis no Mac OS X.

Contudo, é importante lembrar que a escolha final sempre é particular de cada usuário, com base nas suas respectivas necessidades. A análise completa da MacTech é bastante recomendada para aqueles que estão indecisos entre o Parallels Desktop e o Fusion, podendo ser conferida aqui — além dela, não deixe de ler nossa resenha sobre a última versão da solução de virtualização da VMware, publicada em janeiro.

Posts relacionados

Comentários