Microsoft revela Windows Phone (não Mobile) 7 em Barcelona

Como parte das suas novidades para o Mobile World Congress 2010, a Microsoft revelou a sétima geração da sua plataforma móvel para um auditório de jornalistas em Barcelona. Depois de anos adotando o nome Windows Mobile para seus lançamentos nessa área, a empresa decidiu mudar o nome do sistema para Windows Phone, refletindo melhor uma mudança geral que ela está promovendo para software e serviços nos smartphones baseados em sua própria tecnologia.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=MdDAeyy1H0A[/youtube]

O novo sistema aparenta ser a primeira grande sacada da Microsoft após muito tempo no setor, pois foi reconstruído do zero pelos engenheiros da empresa. Conforme é possível notar no vídeo acima, a principal novidade do produto é uma nova interface, que tenta (e consegue) se desviar do estilo que os smartphones tomaram nos últimos anos com base no iPhone OS e no Google Android, bem como em outras plataformas móveis de grande peso.

Quem já viu o Zune HD em funcionamento notará algumas similaridades na interface do Windows Phone 7, que traz uma tela inicial única exibindo um condensado das novidades para o usuário com relação ao telefone, redes sociais, emails e outras tarefas importantes, podendo ser acessadas facilmente com toques e gestos que resultam em animações bem naturais. Todos os itens nela são dinâmicos e atualizados conforme novidades aparecem em segundo plano, sem falar que simplificam o acesso a todas as tarefas comuns dos smartphones por meio de áreas específicas (ou hubs).

Esses hubs serão responsáveis por reunir toda a interação dos usuários com múltiplas redes sociais, seja para contato e publicação de updates ou simplesmente para compartilhamento de fotos e vídeos. Além disso, a Microsoft criou outras quatro áreas específicas para oferecer todo o conteúdo do Zune Marketplace (músicas, filmes, TV, etc.), produtos de terceiros, acesso aos aplicativos do Office e até mesmo entretenimento na Xbox LIVE.

Além de oferecer uma experiência nova em termos de software e serviços para usuários, a Microsoft também pretende se tornar mais atenta com relação aos aparelhos que serão baseados em sua nova plataforma móvel. Não haverá mais personalizações específicas de operadoras e fabricantes no futuro, sem falar que os produtos baseados no Windows Phone 7 terão hardware rigorosamente selecionado pela gigante de Redmond, que deverá expor apenas três botões — Iniciar, Voltar e Buscar no Bing — abaixo da touchscreen, o principal (e talvez único) meio de interação com o novo sistema.

Os primeiros smartphones com o Windows Phone 7 aparecerão no mercado até o final de 2010.

[via Engadget]

Posts relacionados

Comentários