Confira os principais comentários de Tim Cook na Goldman Sachs Technology & Internet Conference 2010

Tim Cook, CEO da Apple

Conforme noticiamos mais cedo, Tim Cook, executivo-chefe de operações da Apple, representou hoje a empresa na Goldman Sachs Technology & Internet Conference 2010. Como esperado, nenhum anúncio significante foi realizado no evento, mas ele fez alguns comentários que merecem destaque.

Tim Cook, executivo-chefe de operações da Apple

Separamos os principais para vocês:

  • “Sim, vocês devem definitivamente olhar para a Apple como uma empresa de dispositivos móveis.” — Algo bastante semelhante havia sido dito por Steve Jobs no lançamento do iPad, em janeiro, o que culminou inclusive numa condenação pública por parte da Nokia.
  • “Nós somos a companhia mais focada que eu conheço, já li sobre ou tenho conhecimento sobre. Dizemos ‘não’ a boas ideias todos os dias. Dizemos ‘não’ a boas ideias visando manter o número de coisas em que nos focamos bem pequeno, a fim de colocarmos bastante energia nas que de fato escolhemos.”
  • O iPad seguirá um modelo de distribuição similar ao do iPhone em sua chegada ao mundo. Inicialmente, ele será disponibilizado para canais de venda e redes de varejo com atendimentos pessoais e apoio direto da Apple. Nos Estados Unidos, um dos nomes já conhecidos é Best Buy; ainda não se sabe muito sobre como será a relação de venda do produto em operadoras de telefonia celular, mas isso provavelmente só virá à tona quando os modelos com 3G forem lançados, um mês depois dos limitados a Wi-Fi.
  • Depois de usar um iPad pelos últimos seis meses, Cook acredita que consumidores dificilmente optarão por netbooks: “A experiência é simplesmente incrível. E nós estamos obviamente tão empolgados com essa coisa que mal podemos esperar para começar a despachá-la.”
  • “A Apple se tornou a maior companhia de conteúdos digitais do mundo. Ela vende mais downloads de músicas e filmes que qualquer outra — uma tendência que tem tudo para se acelerar.”
  • O Apple TV ainda é considerado um “hobby”, mas a companhia insiste nele porque vê um grande potencial futuro (nada como criar um televisor de fato, porém). Quem sabe, o caminho seja mesmo o iPhone OS.
  • “A palavra ‘completo’ não existe no nosso dicionário. Somos inovadores. O que significa que muitas vezes acabamos tornando nós mesmos obsoletos.”

A transcrição completa do discurso de Cook pode ser encontrada em ambos os links a seguir, no rodapé deste post.

[via WSJ e Silicon Alley Insider]

Posts relacionados

Comentários