Analista prevê fortes crescimentos em receita para a Apple até 2011 com o iPhone e o iPad

Ações da Apple - AAPL

Toni Sacconaghi, analista da Bernstein Research, afirmou ontem em uma nota enviada a seus clientes que a parcela de receita do iPhone continuará crescendo para a Apple — de cerca de 30% em 2009 para até 45-50% no ano fiscal de 2011.

No ano passado, Toni estima que a margem bruta da Apple com o iPhone tenha sido de 58% — bem acima da média geral da companhia, hoje em 40,9%. Ele prevê vendas de 45-50 milhões de unidades em 2011 — contra 20,7 milhões em 2009 e 8,7 milhões no Q1 ’10.

O iPad também deverá ser bastante positivo para a Apple, segundo o analista. Toni espera ainda que a Apple venda 2,2 milhões de unidades neste ano e até 6,8 milhões em 2011.

As ações da Apple (NASDAQ:AAPL) operam neste momento em baixa de 1,53%, cotadas a US$197,58.

[via Barrons.com]

Posts relacionados

Comentários